“Meu mandato não é de Temer, não é de Lula, não é de Carlos Véras, não é do PT”, afirma Ricardo Teobaldo em resposta a Carlos Véras

Radar do Sertão

O deputado federal Ricardo Teobaldo está visitando suas bases no Pajeú e concedeu entrevista ao Programa Show da Tarde, da Rádio Cultura FM, nessa quarta-feira (26). No dia anterior, no mesmo programa, Carlos Véras, presidente da CUT-PE, disse que é pré-candidato a deputado federal e deu uma alfinetadas em Teobaldo que é declaradamente o candidato a deputado federal do prefeito Sebastião Dias.

Comentando as declarações do presidente da CUT, Ricardo disse que cada um tem que prestar contas do que foi feito e que ele tem tido compromisso com o povo de Tabira e que tem apresentado ações. Lembrou que na última eleição foi o deputado federal mais votado no Pajeú e por isso apresentou emendas para várias cidades como forma de gratidão. Lembrou das lutas para conclusão da Barragem da Ingazeira, o que ele considera uma de suas maiores ações na região.

Também num recado bem direto, o parlamentar disse: “o meu mandato lá em Brasília não é de Temer, não é de Lula, não é de Carlos Véras, não é do PT, não é de ninguém. O meu mandato é do povo e meu! Quando eu votei contra o impeachment de Dilma, não foi porque eu estava fazendo o que Dilma quisesse ou que Lula quisesse”.

Teobaldo disse que a escolha de apoio cabe ao líder do grupo, no caso, Sebastião Dias. “No momento certo ele saberá escolher e o que for definido cabe a nós respeitar”. Em outra afirmação com endereço certo, Teobaldo disse que a população não se deixe enganar por ninguém.

“Esses movimentos que foram feitos com relação à Reforma Trabalhista foram feitos por sindicatos, não tinha povo na rua. Tinha gente vinculada a sindicatos que estavam protestando porque vão deixar de receber milhões em dinheiro pra fazer a política que eles querem fazer”, disse Ricardo Teobaldo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *