Festa dos Motoristas


João Lyra faz balanço do governo Eduardo Campos em palestra para empresários

20141124212348992211oNo debate promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (Lide) Pernambuco, nesta segunda-feira (24), o governador João Lyra Neto (PSB) aproveitou o espaço de sua palestra para fazer um balanço dos oito anos da atual gestão, iniciada em 2007 pelo ex-governador Eduardo Campos e que será concluída em 31 de dezembro. Jaão Lyra assumiu o governo em abril deste ano, depois que Eduardo, que morreu em agosto vítima de um acidente aéreo, se desincompatibilizou do cargo para disputar à Presidência da República.

Homenageado no evento, o governador considerou o período como “absolutamente significativo” e destacou o “papel de solidariedade” que a sociedade e as instituições desempenharam para o momento que Pernambuco vive. “Me sinto muito honrado e feliz por concluir esse ciclo de governança, iniciado por Eduardo em 2007. Apesar do momento que passamos na economia brasileira, Pernambuco tem se apresentado diferente de todo o Brasil”, destacou.

João Lyra observou que, em todos os anos, o Produto Interno Bruto (PIB) do estado foi igual ou maior que o PIB brasileiro. “Encerraremos o ano de 2014 com um crescimento de 3%, enquanto o Brasil fechará com 0,3%. E há uma projeção para 2015 de 1,5% para o País, enquanto o nosso estado deve crescer 3%. E nesses sete anos, crescemos 39,4%, enquanto o país cresceu 27,2%. Também fomos o estado que mais contraiu investimentos privados no Brasil durante esses quase oito anos”, completou.

Durante a solenidade, o governador João Lyra Neto recebeu o título de membro de honra do Conselho de Gestão do Lide. A honraria foi entregue pelos fundadores do grupo, Halim Nagem (presidente da Nagem) e Múcio Aguiar, informa o Diário de Pernambuco.

Campanha: Aécio deixa a tucanos dívida de 15 milhões

RTEmagicC_970a6c567f.jpgSegundo colocado na disputa pelo Palácio do Planalto, Aécio Neves (PSDB) vai declarar nesta terça-feira (25), data final para a prestação de contas eleitorais, arrecadação de cerca de R$ 201 milhões e uma dívida de campanha em torno de R$ 15 milhões. Os números foram informados à Folha por integrantes da campanha tucana, que se reuniram na noite desta segunda-feira (24) para fazer os últimos ajustes antes de levar a prestação de contas ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O tucano gastou cerca de R$ 216 milhões na corrida presidencial, quantia bem abaixo do teto de gastos previsto inicialmente para a candidatura, de R$ 290 milhões. Segundo a legislação eleitoral, as dívidas devem ser assumidas pelos partidos.

A presidente Dilma Rousseff (PT), por sua vez, deve declarar ao TSE uma relação de contas sem dívidas de campanha — ou seja, todo o dinheiro arrecadado pagou as despesas eleitorais, de acordo com a cúpula petista.

O teto de gastos da campanha petista primeiramente foi estimado em R$ 298 milhões. No final de outubro, porém, o PT solicitou o aumento da previsão por duas vezes.

MARINA
No início de novembro, quando fecharam as contas dos candidatos que não disputaram o segundo turno das eleições, Marina Silva (PSB) também declarou uma campanha sem dívidas, com arrecadação de pouco mais de R$ 62 milhões. A principal doadora da campanha foi a JBS, dona do frigorífico Friboi, com mais de R$ 5 milhões, informa a Folha de S.Paulo.

Prefeito se explica durante Sessão da Câmara de Tabira

SEBAO Prefeito Sebastião Dias pediu e a Câmara de vereadores de Tabira atendeu. A sessão da noite desta segunda-feira (24) foi exclusivamente para o gestor da cidade das tradições explicar a perda de convênios que motivaram a criação de uma comissão de investigação na casa legislativa.

As licitações que motivaram duas Ações Populares contra a administração municipal também foram abordadas pelo prefeito na Casa Eduardo Domingos de Lima, informa Anchieta Santos.


Em Tabira população reclama contra falta de medicamentos nos PFs

821676Tabirenses estão protestando nas emissoras de Rádio da cidade contra a ausência de medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde, antigos PSFs. Nem mesmo um simples medicamento para a pressão arterial é encontrado, disse a moradora Maria José da Silva. Ela cobrou até mesmo dos vereadores uma intervenção diante do problema. A Cidade FM tentou ouvir o Secretário de Saúde Alan Dias, que não foi encontrado.

Já o Presidente da Câmara Zé de Bira disse que o assunto tem sido tema constante nas sessões e a resposta dos governistas é de que a gestão recebe 11 mil reais/mês para a aquisição de remédios e gasta R$ 80 mil. Diante do ajuste de contas a administração tem tido dificuldades para manter as unidades devidamente abastecidas, informa Anchieta Santos.


Guerra Fria na política de Tabira

1º-COMICIO-EM-AFOFADOS-12072014-46Depois das ações populares contra o Governo Sebastião Dias, aliados não assumem de público, mas são unânimes em admitir que a vice-prefeita Genedy Brito estaria por trás das denúncias.

Na semana em que a vice prefeita deverá se reunir com o Presidente do TCE Valdecir Pascoal para tratar das denúncias contra o gestor, os governistas procuram a imprensa para denunciar que o porcelanato das paredes da Câmara de vereadores está caindo.

Obra onde foram gastos R$ 15.537,82 durante o período de Genedy Brito na Presidência da casa legislativa, informa Anchieta Santos.


Dengue no Pajeú: São José do Egito cidade em destaque

dcSegundo os dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), foram notificados 16.390 casos de dengue em 176 municípios de Pernambuco até o início deste mês. Desse total, 5.825 foram confirmados. Recife, Salgueiro, Petrolina e Jaboatão dos Guararapes foram os quatro municípios que tiveram maior número de notificações.

No Pajeú a cidade com maior incidência de casos de dengue é São José do Egito. Outros municípios em igual situação em Pernambuco são Passira, Itacuruba, Cabo de Santo Agostinho, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Lagoa do Ouro, Jataúba, e Condado.

A SES de Pernambuco divulgou ainda na manhã desta quarta-feira (19), um plano de combate à febre chikungunya e à dengue. Para o combate dos dois vírus, que são transmitidos pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti, a SES pretende capacitar cinco mil profissionais de saúde para atuar nos postos do estado – 666 deles já concluíram o processo de capacitação. Atualmente, há quatro casos suspeitos de chikungunya sendo investigados em Petrolina e na Região Metropolitana do Recife

Segundo o levantamento da Secretaria, 26 municípios do estado estão em situação de risco de surto dos dois vírus. Há ainda situação de alerta em 97 cidades; outras 54 estão em situação considerada satisfatória. “O que muda é que agora, para o plano de contingência, a gente tem duas doenças que podem ser transmitidas pelo mesmo mosquito. O modo de diminuir a proliferação é o mesmo para as duas, mas a maneira com que o paciente é tratado será diferente”, aponta a diretora-geral de Vigilância Epidemiológica, Roselene Hans.

Pernambuco ainda não registrou nenhum caso de transmissão da chikungunya dentro do seu território, mas dois pacientes chegaram ao estado com o vírus. Um deles é recifense, foi infectado na República Dominicana e está sendo tratado no Ceará. O outro caso foi de uma moradora de Petrolina, infectada na Bahia pelos dois vírus, da dengue e da chikungunya. “Em torno de 20% dos casos já detectados fora do país, o paciente contrai os dois vírus, ficando com dengue e chikungunya”, alerta Roselene Hans.


Homens são detidos acusados de provocar desordens em bar de Tabira

delegacia-de-TabiraDois homens foram detidos após causar desordem em um bar no Curral do Gado, Bairro João Cordeiro em Tabira, por volta das 00h40 desta quarta-feira (19).

De acordo com informações da Policia Militar, a dona do bar Beatriz Batista de Oliveira, 33 anos, casada, informou aos policiais que Alexandre Rodrigues do Amaral, 25 anos, solteiro, mecânico e Luciano Santos Firmino, 24 anos, divorciado, ambos residentes no Bairro de Fátima I, estavam embriagados e causando desordens no estabelecimento, conhecido popularmente como Bar do Curral do Gado.

No local, a PM constatou a veracidade do fato, e os indivíduos foram detidos e conduzidos a Delegacia de Polícia da cidade, onde responderão a TCO.


Em seis dias, duas mortes por descarga elétrica em Tabira

download2Em menos de uma semana o município de Tabira contabiliza a segunda morte por choque elétrico. No último dia 13 de novembro foi vitimada no Povoado de Arara a jovem de 18 anos Marciara Ferreira de Carvalho.

Nesta quarta-feira (19) foi a vez de Francisco Xavier Barros da Silva de 43 anos, morador do bairro de Fátima I. Ele foi eletrocutado na sua residência por um Trailer, com o qual trabalhava na feira do gado em Tabira.DSCN1697

Testemunhas disseram que Francisco chegava de mais uma feira quando foi guardar o trailer em uma garagem, momento em que um fio de energia que passa abaixo da altura do trailer fez contato e por estar desencapado provocou a descarga elétrica. Francisco ainda foi socorrido para o hospital onde faleceu.

joA jovem Maciara morreu após receber uma descarga elétrica vinda de uma geladeira. Segundo informações Maciara tinha acabado de lavar roupa, quando ainda molhada foi varrer a casa e deslocou a geladeira, no momento a jovem tomou o choque e caiu por trás do eletrodoméstico, ainda recebendo a descarga elétrica que o levou a morte. Marciara deixa uma filha de 4 anos e o marido.

Ações contra Sebastião Dias e Secretários: judiciário dá prazo para autores anexarem documentação obrigatória para petição, sob pena de arquivamento

Flavio-e-sebastiaoO Juiz José Carvalho de Aragão Neto apreciou as Ações de Iniciativa Popular contra o prefeito Sebastião Dias mais os Secretários de Administração Flávio Marques e de Saúde, Alan Dias, todas acusando-os de suspeita de fraudes em licitações, fracionamento e superfaturamento em contratos.

Na primeira, de Jaqueline Pessoa dos Santos contra Dias e Marques, o juiz faz observações que, caso não respeitadas podem já determinar seu arquivamento.

“Trata-se de ação de ação popular em que a parte autora requer a citação de dois réus mais o Município de Tabira, todavia, apenas juntou uma cópia para as citações; além de não comprovar que requereu na via administrativa a exibição dos documentos que deseja que esse Juízo requisite as cópias.

Reza o art. 283, CPC: a petição inicial será instruída com os documentos indispensáveis à propositura da ação”.

Conclui o Juiz: “na forma do art. 284 e seu parágrafo único, CPC, determino que o patrono da promovente emende a inicial, juntando as cópias necessárias para as citações e comprovar que requereu na via administrativa a exibição dos documentos que deseja que esse Juízo requisite as cópias, no prazo de 10(dez) dias, sob pena de indeferimento da inicial”.

Já na ação de  Antônio José da Silva contra Sebastião, Flávio e Alan Dias, o juiz também aponta erros formais no processo. “Apenas juntou duas cópias para as citações; além de não comprovar que requereu na via administrativa a exibição dos documentos que deseja que esse Juízo requisite as cópias”.

Ele lembra o art. 283, CPC: “a petição inicial será instruída com os documentos indispensáveis à propositura da ação”.

Assim, na forma do art. 284 e seu parágrafo único, CPC, determinou que o patrono da ação  emende a inicial, juntando as cópias necessárias para as citações e comprovar que requereu na via administrativa a exibição dos documentos que deseja que esse Juízo requisite as cópias, no prazo de 10(dez) dias, sob pena de indeferimento da inicial.

A decisão do juiz não analisa o mérito da ação, já que antes disso precisa ter atendidas as solicitações em questão. Caso sejam e/ou tenham sido atendidas, o processo segue para análise e terá o curso normal de qualquer ação civil popular, com o embate entre acusação e defesa. Caso contrário o caminho como já ficou claro é o arquivamento. Em ambas ações, o advogado é Jorge Márcio Pereira, informa Nill Júnior.


Paulo Câmara convoca deputados federais para tratar das emendas parlamentares de 2015

Paulo-CamaraO governador eleito de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), se reúne nesta terça-feira (18), em Brasília, com os 25 deputados federais que integram a bancada pernambucana na Câmara. O encontro tem a finalidade de definir as emendas que serão apresentadas ao Orçamento da União de 2015. Na semana passada, ao falar sobre o assunto, o socialista antecipou que não haverá restrições e que todos os partidos foram convidados a participar. O estado deverá elencar propostas para direcionar recursos para estradas e projetos, a exemplo do Arco Metropolitano, na Zona da Mata Norte, além de ações para saúde.

Em Brasília, nesta segunda-feira (17), Paulo Câmara participou do seminário “Pacto Pela Boa Governança: Um Retrato do Brasil”, organizado pelo Tribunal de Contas da União (TCU). O futuro governador integrou o painel sobre a Previdência Social.

O objetivo do evento, que reuniu governadores de todo o Brasil, incluindo os eleitos em 2014, foi de apresentar um documento produzido pelos tribunais de contas estaduais contendo diagnóstico sobre importantes temas do país. Entre eles educação, saúde, previdência social, segurança pública e infraestrutura. O seminário ocorre no Museu Nacional de Brasília, no Distrito Federal. O governador João Lyra Neto (PSB) também participou do seminário.


Feira de Gado em Tabira tem balança instalada

OLYMPUS DIGITAL CAMERADemorou, mas finalmente a prefeitura de Tabira deu importância a Feira de Gado considerada a 2ª mais importante do estado. Depois de muita reclamação dos comerciantes o Governo Municipal, através da Secretaria de Agricultura, instalou a balança no curral do gado, o que vai facilitar as negociações.

A balança foi adquirida na gestão anterior. De acordo com o secretário Beto Santos outras ações serão desenvolvidas na Feira do Gado, como a construção da “casa de proteção” da balança, construção de novos currais e da descarregadora de animais, informa Anchieta Santos.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA


Construtoras doaram dinheiro a pelo menos 62 deputados federais eleitos

POLICIA-FEDERALAlém de irrigar comitês e partidos, as construtoras investigadas pela Operação Lava a Jato fizeram doações diretas a pelo menos 62 deputados federais eleitos para a próxima legislatura (2015-2019). As empresas também financiaram 43 candidatos à Câmara que serão suplentes. As empresas Engevix, Andrade Gutierrez, Galvão Engenharia, OAS, Odebrecht e UTC/Constram despejaram R$ 6,59 milhões na campanha desses candidatos. O valor é relativamente pequeno se comparado ao total doado pelas empresas em 2014: juntas, as empresas investigadas investiram cerca de R$ 182 milhões em candidatos.

As doações diretas abrangem deputados eleitos por 18 dos 28 partidos que terão representação na Câmara. A maior parte das doações é feita a partidos e comitês de campanha, que distribuem o dinheiro aos candidatos. Muitas vezes, os parlamentares só ficam sabendo da origem do recurso na hora de prestar contas. “Recebi os recursos da direção partidária, mas nunca tive qualquer relação com a empresa”, contou uma deputada reeleita, que recebeu dinheiro da Andrade Gutierrez. Estima-se que cerca de 200 parlamentares receberam dinheiro em 2014.

As empresas não distinguem governo e oposição ao fazer as doações. Este ano, elas incluíram desde o líder do DEM, deputado Mendonça Filho (PE), que recebeu R$ 30 mil da Odebrecht, até o vice-presidente da Câmara Arlindo Chinaglia (PT-SP), agraciado com R$ 150 mil da UTC Engenharia. Também receberam R$ 30 mil da Odebrecht os deputados Júlio Delgado (PSB-MG) e o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária, Luiz Carlos Heinze (PP-RS).

Entre as futuras bancadas, a do PT será a com o maior número de parlamentares eleitos com ajuda das empresas: 11 receberam doações das seis empresas. O PSDB, que terá a terceira maior bancada da Casa, vem logo atrás, com 10 deputados.

O especialista em orçamento público Gil Castelo Branco lembra que, a princípio, não existe ilegalidade nas doações. “A forma de financiamento das campanhas terá de mudar, inclusive porque já existe uma posição da maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal pela inconstitucionalidade do financiamento privado”, diz.

Ele aponta que pode haver problemas futuros com parlamentares financiados pelas construtoras, responsáveis por investigar essas mesmas empresas: “Creio que esses deveriam se declarar impedidos de participar das apurações dos desdobramentos da Lava a Jato. É estranho que eles sejam responsáveis diretos pela apuração de fatos que envolvem os próprios financiadores de campanha”.

Doações

Seis empresas doaram, diretamente, R$ 6,59 milhões a deputados e suplentes eleitos em 2014. Os 62 parlamentares financiados pelas construtoras formariam a terceira maior bancada da Câmara

Parlamentares que mais receberam dinheiro de empreiteiras

Sérgio Zveiter (PSD-RJ) – R$ 400 mil da UTC Jutahy Magalhães (PSDB-BA) – R$ 300 mil da UTC Domingos Neto (Pros-CE) – R$ 300 mil da Galvão Engenharia José Rocha (PR-BA) – R$ 200 mil da UTC Luiz Sérgio (PT-RJ) – R$ 200 mil da UTC

Partidos

PT – 11 deputados (R$ 1,1 milhão) PSDB – 10 deputados (R$ 813 mil) PSD – 4 deputados (R$ 520 mil) PP – 7 deputados (R$ 310 mil) PMDB – 5 deputados (R$ 230 mil) PSB – 4 deputados (R$ 140 mil)

Levantamento feito pelo Estado de Minas com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral. Não foi possível consultar as doações das empresas Mendes Júnior, Iesa e Camargo Corrêa, informa o Diário de Pernambuco.


Garantia Safra de Tabira já começa a ser liberado em dezembro

Garantia_safra-01Começa em dezembro a liberação do Garantia Safra para os agricultores familiares de Tabira. Serão pagos R$ 885,00 em cinco parcelas. Falando a Rádio Cidade FM nesta segunda (17) Mauricio Bezerra, Presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, e Joel Mariano, Tesoureiro do Conselho de Desenvolvimento Rural, anunciaram que 1.665 famílias serão atendidas pelo Garantia Safra 2013/2014. Além de Tabira também tiveram direito ao Garantia Safra os municípios de Carnaíba, São Jose do Egito, Belmonte, Solidão, Iguaraci, Tuparetama e Ingazeira.

Ainda estão em situação de nova avaliação as cidades de Afogados da Ingazeira, Santa Cruz da Baixa Verde, Calumbi e Triunfo. Sendo que Calumbi não recebeu o garantia safra porque o prefeito Joelson não pagou a contrapartida do município.



Secretário de Administração Flávio Marques ganha solidariedade de João Veiga e Téa da Damol

veigaCitado nas Ações Populares dos últimos dias com denúncias contra a administração Sebastião Dias, o Secretário de Administração Flávio Marques ganhou nas últimas horas a solidariedade de duas importantes personalidades tabirenses: o médico João Veiga e o empresário Téa da Damol.

Pela rede social o médico disse “essas acusações são situações de quem administra recursos públicos. Tem que ter tranquilidade e provar na lei que não desviou recursos e disse ter certeza que Flávio fará isso”.

Já o empresário Téa da Damol, enviou mensagem ao secretário dizendo que “os caciques estão querendo lhe fritar. Você é uma ameaça aos reinado deles”, afirmou o empresário, informa Anchieta Santos.

 

Vereador Tabirense depois da Presidência da Câmara desiste também de disputar a Prefeitura

vereadores2Em apenas 15 dias o vereador socialista Djalma Nogueira Sales, o Djalma das Almofadas, desistiu das disputas pela Presidência da Câmara e de uma provável candidatura à sucessão do Prefeito Sebastião Dias.

Afirmando que na política de Tabira “tem pouco sabão para muita sujeira”, Djalma mostrou que está decepcionado com a vida pública na cidade das tradições, informa Anchieta Santos.


Em Cada Fé uma Força – Resistência do culto nos terreiros de Tabira

Documentário relata histórias de tabirenses adeptos de religiões afro-brasileiras10799453_834629419893793_1295425076_n

A Fé que move montanhas é também a mesma fé que ultrapassa as barreiras de espaço e tempo e firma-se num território demarcado pela religiosidade cristã. Com as bênçãos de Olorum, o vídeo documentário “Em Cada Fé uma Força”, dirigido pelo jornalista Zé Ivan Dias, com roteiro e argumentação do diretor e produtor Jorge Féo e editado pelo cineasta Lula Magalhães, retrata a vivência de homens e mulheres da cidade de Tabira, Sertão do Pajeú pernambucano, que mais uma vez desbravam o semiárido para sustentar a fé naquilo em que acreditam.

O documentário será exibido pela primeira vez no dia 19 de novembro, às 14h30, no auditório da Escola Arnaldo Alves Cavalcanti, na abertura da programação da Semana de Arte e Conhecimentos que a instituição promove anualmente.

10808373_834629416560460_195508643_n

Com 20 minutos de duração, o documentário produzido com recursos próprios relata a trajetória de tabirenses adeptos dos cultos afro-brasileiros e suas dificuldades no que se refere ao respeito e aceitação social da religião que praticam.

A ideia inicial de produzir o documentário partiu do jornalista Zé Ivan Dias, natural de Tabira e radicado no Recife. O jornalista lançou um olhar sobre a perspectiva da religiosidade africana e a resistência desses cultos nos terreiros locais, atentando para migração de pais e mães de santo que adquirem fora o conhecimento doutrinário dessas religiões e o introduz na cidade.

“Sempre tive vontade de produzir um documentário que levasse ao conhecimento da população, a realidade vivida nos terreiros de Umbanda e Candomblé existentes em Tabira. Pela primeira vez uma produção audiovisual aborda esse tema, contextualizando as experiências um tanto complexas, permeadas por olhares de reprovação e preconceito, porém, conduzidas por um impulso próprio aos resistentes: a superação, a humildade e a perseverança de conviver com as adversidades”, afirma Zé Ivan.

974740_834629426560459_1204077974_n

O diretor conta que levou a ideia ao experiente produtor artístico Jorge Féo, que também é estudante do curso de Sociologia da UFRPE. Jorge foi convidado a realizar o vídeo e aceitou de imediato sendo o responsável pelo roteiro do filme gravado entre os dias 21 e 25 de junho de 2014, em Tabira. A edição ficou por conta do cineasta e professor universitário, Lula Magalhães da Le Images Films.

“As imagens dão voz a esse lado da moeda, ao povo de Terreiro com seus cultos de matriz africana, numa cidade do interior pernambucano. O resultado é esse documentário que registra a força dos homens e mulheres que sentem no peito a fé que professam”, relata Jorge Féo.


Tabira: autores de ação contra prefeito e secretários tratados como “laranjas”, “usados” e “coitados”. Para Sebastião e equipe, foram instrumento político

10806462_714975708581360_7898313561459835991_nO Programa Cidade Alerta, apresentado por Anchieta Santos ouviu nesta segunda-feira o prefeito de Tabira Sebastião Dias, mais os Secretários Flávio Marques (Administração), Alan Dias (Saúde) e Cicero  Mascena (Cil) Presidente da Comissão Permanente de Licitação.

Eles responderam às denúncias das Ações de Iniciativa Popular encabeçadas por Antonio José da Silva, morador de Fátima I e Jaqueline Pessoa dos Santos, ambas tendo como advogado Jorge Márcio Pereira, de suspeita de fraude em licitações, que estariam causando rombo aos cofres públicos. Por uma hora, apresentaram suas versões e mantiveram o discurso de que Antonio e Jaqueline eram na verdade “laranjas” utilizados politicamente. 

Ouça a entrevista completa na Rádio Cidade FM clicando no link abaixo:

Entrevista Completa – Sebastião, Flávio, Cil e Allan

Leia o que cada um apresentou em suma:
Sebastião Dias

Sebastiao-Dias-na-Cidade-2Como qualquer pessoa estranhei de início, mas chamei o Presidente da Licitação e Secretários. Fomos avaliar a situação e fomos à Delegacia onde entramos com queixa crime. Dona Jaqueline e Antonio José vão ter que provar a todo custo. Se precisar até a PF vai entrar. Antonio parece que nem assinar nome sabe. Como entende de licitação? Estamos com todas as provas documentais. Pessoas com insucessos agora querem atrapalhar Tabira. Está incomodando construir três novos postos, calçamento em João Cordeiro, Cohab, Pocinhos, Campos Novos, Brejinho e Riacho do Gado. Pergunto se participei de alguma licitação. Não há como pensar que direciono qualquer coisa. Já destratei empresas com irregularidades. Se houve alguma coisa ilícita não foi ordenado por mim nem tomei conhecimento ainda. É preciso que a gente esclareça.

No início do governo precisamos de todo serviço básico. A gente precisava de tudo e isso foi transparentemente explicado. Mas não culto o gestor anterior porque a gente vê hoje como estão os municípios. Essa denúncia não partiu dele. Mas não vou atrás de laranja. Tudo que fizemos era porque precisava de imediato na saúde, na limpeza. Até adversários foram contratados quando precisamos.

Flávio Marques

flavio marquesNão é o caminho descredenciar os autores da ação. Mas a gente tem visto pelo modus operante que quem está por trás disso é que está fazendo dessa forma. Jaqueline é sobrinha de pessoa ligada à vice.  Antônio traz acusação de valores de mais de R$ 10 milhões não sabendo que a prefeitura pode licitar R$ 50 milhões e gastar apenas dez reais. É só solicitar as notas de empenho à prefeitura para saber. Nas duas ações em nenhum momento sou citado de desviar dinheiro ou fraudar como estão dizendo. Não sou ordenador de despesa e o advogado devia saber disso. Não pedi autorização para realizar essas licitações. Quem solicitava a compra de produtos para hospital era Geneika Brito, Secretária de Saúde. Esta pessoa está querendo atingir politicamente todo o grupo. Desafio a Jaqueline Pessoa e Antonio José para onde quiserem trazerem os documentos que tem, eu levo os meus e a gente debate. Se provarem, renuncio o caro e devolvo todo salário. Tenho pena porque estão sendo usadas por quem por ódio político quer o poder a qualquer custo usando inverdades.

Já estou com 90% das provas para dizer quem está por trás de tudo isso. Não devo não mas essa pessoa deve muito. As dispensas que foram realizadas foram duas e Cil ainda teve o cuidado de chamar três concorrentes para tomar o menor preço. Se tá previsto, é a legislação. A Câmara realizou dispensa para combustível, e outros órgãos realizam também. Perguntei a Jaqueline no Facebook: você sabe o que é licitação ? Ela respondeu: uma rede social.

Dr. Cícero Mascena (Cil)

Cil_Mascena-e1312586289765Antes de realizar uma licitação é feito um projeto básico do que se precisa. Costumo pedir mais para evitar aditivos. Se a licitação for de R$ 100 mil de xerox não obriga gastar R$ 100 mil.

Sobre dispensa de licitação, essas das dispensas em 2013 para medicamentos e transporte foram emergenciais, porque o TCE orientou que houvesse georreferenciamento das rotas por GPS. Mesmo assim, fizemos tomadas de preço com três empresas para saber se era preço de mercado. Da mesma forma com medicamentos. Pouco depois fizemos pregão presencial tanto para rotas como medicamentos. O critério para participar de uma licitação é uma empresa estar o mais próxima para atender imediatamente. A requerente cita que a prefeitura contratou empresa de papelaria para assessoria jurídica. Mas foi feita alteração contratual em 2011 onde passa a fazer também esse serviço de assessoria jurídica. A denúncia cita o pregão 28 como irregular. Esse pregão é para asfaltar a cidade com asfalto quente e foi deserto por falta de licitante. Estaremos alterando o projeto para asfaltar todo o centro com asfalto frio. Nenhum processo foi de forma fraudulenta. A dispensa na construção de PSF foi porque a primeira, que ganhou não quis executar. A segunda foi convidada. Mais de oito empresas participaram.

No caso de contratação de bandas via empresa não adianta licitar porque tem que se contratar direto o artista. Não contratamos eventos. Fazemos o convite para valores até R$ 80 mil. Acima, é pregão presencial.

Allan Dias

allan_diasO Estado é o maior terceirizador que temos. Cidades como Solidão, Itapetim, São José também fazem o mesmo. Nós precisamos de profissionais e fizemos o pregão. Várias empresas participaram, mas a Costa Lira que ganhou. Tem várias atividades como construção, locação, terceirização. Forneceu funcionários para nossa Secretaria como para a de Obras.

Estamos incomodando e quando incomoda é isso. A empresa está fazendo seu trabalho, quem quiser ver vá no Vitorino Gomes com posto feito por ela, o posto de saúde João Cordeiro, com processo de pregão presencial. A  gestão incomoda pelo hospital funcionando, calçamento na Cohab, estradas rurais.

Também lanço o mesmo desafio de Flávio. Venha com bom argumentos. Que venha o órgão que for para fiscalizar. As contas de 2013 já estão sendo aprovadas pelo TCE e não há nada contra a Comissão de Licitação. Espero que não seja fogo amigo. Estão usando coitados como testa de ferro. Mostre a cara e diga “sou eu que tô fazendo porque quero sentar na cadeira do prefeito.


Após acidente homem é detido ao ser pego dirigindo sob influência de álcool em Tabira

delegacia_tabiraUm homem de 37 anos de idade foi detido e conduzido até a delegacia de Polícia Civil de Afogados da Ingazeira onde foi atuado em flagrante delito após ser pego no flagra conduzindo o seu automóvel em estado de embriaguez alcoólica. De acordo com a Polícia Militar, que atendeu a ocorrência e registou o boletim, o fato ocorreu na Rua Amâncio Siqueira, no Centro de Tabira por volta das 18h00 deste domingo (9).

Welligotn dos Santos Firmino, casado, operador de máquina, residente na Rua Flora de Novais Lima, Bairro Alto do Cemitério, em Cabrobó – PE, estava em posse e condução de um Celta, cor Azul, ano 2006, placas MVW 9187. Os policiais foram acionados depois que populares informaram sobre um acidente de trânsito, tipo colisão com avarias envolvendo o veículo Celta e um Prisma, cor prata, ano 2011, placas PEJ9181.

O motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que resultou em 1,56mg/l de álcool no sangue. Foi lavrado um auto de prisão em flagrante pelo crime cometido, além de pagamento de fiança.


Em Tabira autoridades desrespeitam código de Trânsito

Carro da vice prefeitaNa cidade das tradições respeitar as leis de trânsito não é coisa para as autoridades. Meses atrás o Prefeito Sebastião Dias foi flagrado estacionando sua caminhoneta numa faixa amarela e na contramão.

Dessa vez foi o carro da vice prefeita Genedy Brito estacionado sobre a calçada da Escola D. Toinha. Assim fica difícil o poder público cobrar do cidadão comum o respeito ao Código Nacional de Transito, informa Anchieta Santos.

unnamed-32

Carro do Prefeito Sebastiao

Prefeito Sebastião Dias foi flagrado estacionando sua caminhoneta  meses atrás numa faixa amarela e na contramão


Ex-Prefeito Josete Amaral defende Secretário Flávio Marques de acusações

imagesDefendendo o Secretário de Administração do município de Tabira, Flávio Marques, como uma liderança que ainda deverá ocupar vários cargos importantes, o ex-prefeito Josete Amaral disse no último domingo (9) que Marques e o Prefeito Sebastião Dias deverão ter calma neste momento de turbulência.

Amaral sugeriu que Flavio e Sebastião, reúnam documentos, para provar a honestidade e a competência juntamente com o Dr. Cil da Comissão de Licitação, informa Anchieta Santos.


Prefeitura de Tabira emite Nota de Esclarecimento

delegacia_pcA Administração Municipal de Tabira, nesta sexta-feira, dia 07 de novembro, foi tomada de surpresa com uma nota divulgada por vários blogs da região, acerca de uma ação promovida contra o Prefeito Sebastião Dias e o Secretário de Administração Flávio Marques, cujas acusações infundadas foram expostas de maneira leviana e grosseira, com objetivo meramente político. Ontem mesmo, a Administração Municipal se reuniu com a Comissão de Licitações e verificou que a denúncia é totalmente infundada e sem qualquer amparo legal. Senão vejamos:

  1. A denunciante, por exemplo, cita que o Pregão Presencial nº 28 causou um prejuízo de R$ 120.000,00 quando este processo foi deserto por falta de licitante. Trata-se de asfaltamento de algumas ruas de Tabira que não se realizou. Daí a mentira da suposta requerente da ação;
  2. Cita que a Empresa que venceu uma licitação para assessoria jurídica tem como atividade a venda de material gráfico, quando a Licitação apresentou o Contrato Social da referida Empresa, constando que a mesma tem como atividade “Assessoria e Consultoria tributária”, exatamente o objeto para o qual foi contratada.
  3. Maliciosamente a denúncia cita que foram feitos três processos de Dispensa de Licitações para contratação de empresa para o transporte escolar, quando não é verdade. Foi feita apenas uma Licitação na modalidade dispensa, de forma emergencial pois, por orientação do próprio Tribunal de Contas a Licitação Pregão somente deveria ocorrer após o georreferenciamento das rotas dos veículos através de GPS. Mesmo assim, no Processo de Dispensa a Comissão de Licitações procedeu uma tomada de preço com três empresas para saber se o preço praticado é o de mercado.
  4. Fala que no processo Pregão para a contratação de empresa para a realização do transporte escolar foi houve beneficiamento da Firma RF DE LIMA. Como poderia haver beneficiamento se se tratou de um Processo Pregão Presencial divulgado amplamente no Diário Oficial da União, Jornal do Comercio e Diário dos Municípios (AMUPE), onde compareceram 14 empresas interessadas para o certame?
  5. Fala em beneficiamento de duas empresas para a aquisição de medicamentos, o que não é verdade. As empresas JOSÉ NERGINO e MONTEBELLO foram vencedoras em processo de licitação modalidade Pregão Presencial, amplamente divulgado nos órgãos da imprensa nacional e as compras emergenciais feitas anteriormente ao citado processo, pela ex-secretária de saúde, Srª Genneycka Catyuce Brito de Menezes, dentro da regra e pelos preços praticados no mercado.

Outro detalhe importante, é que a Comissão de Licitações de Tabira é formada por pessoas conhecidas, honestas, de história e caráter, que jamais aceitariam que alguma irregularidade fosse praticada em processos licitatórios. Nenhuma licitação foi realizada de forma ilegal ou fraudulenta. Todas obedeceram cegamente aos ditames da Lei.

Com relação à autora da ação, sabemos que se trata de pessoa que talvez nem saiba da gravidade do que é atentar contra a honra da pessoa, com mentiras e falsas acusações. Certamente a ação será julgada improcedente, pois a Administração Municipal tem todas as provas contrárias às acusações levianas. A população já sabe quem está por trás de tudo isso. É um procedimento meramente político de uns poucos desesperados que lutam, a todo custo, pelo poder.

Por fim, registre-se que o Prefeito e o Secretário de Administração já prestaram queixa-crime contra a autora da Ação, que irá responder penalmente e civilmente pelos danos causados.

Quanto ao Advogado da Ação, este também responderá processo administrativo disciplinar junto a Ordem dos Advogados do Brasil, por permitir que sua petição inicial fosse amplamente divulgado na imprensa, nos exatos termos do artigo 34, inciso XIII do Estatuto da Advocacia, que veda ao Advogado fazer publicar na imprensa, desnecessária e habitualmente, alegações forenses ou relativas a causas pendentes.


Mais um vereador de Tabira cobra a instalação da Comissão de Ética

sebastiao_ribeiroO segundo secretário do Poder Legislativo Municipal, Sebastião Ribeiro (PSB), usou a tribuna da Câmara na última segunda, 03, para cobrar da Casa a instalação da Comissão de Ética. “O vereador perdeu o controle. Eu sou a favor da Comissão de Ética par apurar essas coisas. Vereador que fica chamando seus colegas de bichos”, disse Ribeiro.

O Conselho de Ética e Decoro Parlamentar seria o órgão encarregado do procedimento disciplinar destinado à aplicação de penalidades em casos de descumprimento das normas relativas ao decoro parlamentar no âmbito da Câmara.


Vereador Aristóteles disse que denúncia contra ele foi irresponsável e partiu de quem não tem respaldo

SAMSUNG CSCA polêmica do carro da Câmara ter sido utilizado para ir à praia ainda está rendendo. O líder do governo, Aristóteles Monteiro, falou ao Programa Show da Tarde dessa quinta-feira (6) e respondeu ao Vereador Val do bar que foi o denunciante da farra com o carro público.

Aristóteles disse que a denúncia foi feita de forma irresponsável, do mesmo jeito como fez o ex-prefeito Dinca Brandino que lhe acusou tempos atrás. “Se eu tivesse acionado o ex-prefeito na justiça naquele tempo talvez hoje não estivesse passando por isso novamente”, disse Tota que garantiu que dessa vez não vai deixar passar e vai à justiça para o vereador Val provar o que disse.

Perguntado se essa mancha vai fazer parte da sua história política pelo resto da vida, o parlamentar disse que não está preocupado e falou que se a denúncia tivesse partido de uma pessoa que tivesse respaldo aí sim seria motivo de preocupação e lembrou que Val já foi parar até na delegacia e os vários casos polêmicos que ele se envolveu até agora.

Outro ponto que foi criticado também pelo líder do governo é a questão dos apelidos. Para Aristóteles, falta postura e compostura ao vereador Val quando se utiliza de nomes pejorativos para arranhar a imagem dos colegas da Câmara e secretários de governo. “Desse jeito parece mais que o povo de Tabira elegeu um Tiririca para o Poder Legislativo”, disse. A informação é do Radar do Sertão.