Desembargador alega suspeição para julgar recurso de Dinca e Tadeu

O desembargador Roberto Morais alegou suspeição para não julgar os recursos eleitorais interpostos pelo prefeito Dinca Brandino e pelo vereador Tadeu Sampaio, impugnados pelo juiz José Carvalho Aragão Neto. Na decisão, o desembargador justificou “motivo de foro íntimo”. Roberto, que é natural de Ingazeira, no Sertão do Pajeú, veio muito jovem morar em Tabira, juntamente com o seu irmão, o Des. Do TJPE, Bartolomeu Bueno.

O processo retornou para a distribuição do Tribunal Eleitoral e o novo relator é o Desembargador Ronnie Preuss Duarte.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with Facebook

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>