Vereadores apresentam denúncia sobre contratação de outdoors, iluminação e aluguel de veículo pela Prefeitura de Tabira

Irmã do Secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Wilton Confecções, teria recebido todos os empenhos relatam os vereados da oposição na primeira sessão de 2022 da Câmara Municipal.

As sessões da Câmara Municipal de Vereadores de Tabira retornaram na noite desta segunda-feira (17), após o recesso de final de ano. A primeira Sessão Ordinária do ano 2022 foi marcada por levantamentos polêmicos em relação a contratação de outdoors de publicidade, ornamentação e iluminação de eventos pela Secretária de Cultura e aluguel de um veículo pelo município.

De acordo com os vereadores Dicinha do Calçamento (MDB), Socorro Veras (PT) e Pipi da Verdura (PSB) a Prefeitura de Tabira realizou diversos empenhos em nome da senhora Wilde Maria Batista de Freitas, irmã do Secretário de Cultura, Turismo e Esportes, Wilton Confecções, para pagamentos de serviços que a empresa da mesma teria prestado ao município.

Socorro Veras relata que em um dos empenhos aparece o valor de R$ 4.200,00 (quatro mil e duzentos reais) referente a instalação de 6 outdoors na cidade. “Eu tenho certeza que para muitos tabirenses essas estruturas pertencem ao secretário de cultura, que é o seu irmão, a qual foi feito o empenho pra irmã”, acusa a vereadora.

As estruturas de outdoors localizadas no Trevo que liga Tabira à Solidão, na PE-320 próximo ao Posto Nogueirão, outro na PE-320 próximo à Fábrica de Pipocas Copa do Mundo, ainda na PE-320 próximo ao cemitério municipal, outro na PE-304 próximo a Ponte dos Pocinhos e o último na saída para Afogados pelo bairro da Jureminha, são as mesmas ferramentas utilizadas em eventos festivos particulares do secretário de cultura.

Já o vereador Dicinha do Calçamento mostrou outro empenho também pago a irmã do secretário de cultura, no valor de R$ 4.176,00 (quatro mil cento e setenta e seis reais) referente a instalação de iluminação e ornamentação no Centro Cultural Zé de Mariano. “Qual foi a festa que teve pra Secretária de Cultura ter ornamentação em algum local aqui? Tem muita gente que está sendo demitido, que precisa de ganhar um salário mínimo, ai uma pessoa só, que faz ali ‘um pano’, coloca uma luz, uma coisa ou outra, recebe quatro mil reais. Esse valor daria pra pagar salário a quatro pessoas durante o mês todinho e o secretario de cultura num já tem um bom salário?”, questiona o vereador.

Por sua vez, o vereador Pipi da Verdura questionou o aluguel de um veículo Fiat Uno, Placa JIQ-2094, que segundo o empenho de número 652/000, emitido pela prefeitura em 07/04/2021, serviu para atender as necessidades do governo municipal. O detalhe é que o pagamento de R$ 2.025,00 (dois mil e vinte e cinco reais) também foi feito para a senhora Wilde Maria Batista de Freitas.

Deixe uma resposta