Vereador Edmundo sugere criação de CPI para investigar compra de terreno

Na sessão ordinária da Câmara dos Vereadores de Tabira, nesta segunda-feira (21), o vereador Edmundo Barros, que é líder do governo, ao fazer uso da tribuna, comentou sobre a notícia de que a prefeitura de Tabira teria comprado um terreno supervalorizado em nome de sua sobrinha.

Na matéria que foi veiculada neste início de semana nos veículos de imprensa, a prefeita de Tabira, Nicinha Melo teria realizado a compra de um terreno de 4 hectares à sobrinha do líder do seu Governo na Câmara pelo valor de R$ 260 mil, sem licitação, para a construção do novo cemitério no Bairro Espírito Santo.

Edmundo disse que é mentira a informação de que o terreno foi supervalorizado e até chegou a dizer que a sobrinha fez um mau negócio por ter vendido por um preço abaixo do normal e citou o valor de lotes em Afogados da Ingazeira como comparação.

O parlamentar também pediu ao presidente da Câmara que seja criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito – CPI – para investigar se houve realmente a supervalorização na negociação. “Quem errou que pague”, disse Edmundo Barros.

Fonte: Redação de Jornalismo da Rádio Cidade FM

Deixe uma resposta