Terceirizada deixa obra da Adutora do Pajeú

ADUTORAEmpresa Potiguar que atuava como terceirizada da MRM Construtora, executora da 3ª fase da adutora do Pajeú ligando Afogados da Ingazeira/Tabira e São José do Egito abandonou a obra.

Em contato com a produção do programa Cidade Alerta, o diretor da empresa disse que retirou as máquinas porque não recebe da MRM que pode ser chamada de “empresa crediário”. O dirigente disse que a Codevasf paga certinho, o erro é da MRM. A decisão pode atrasar os trabalhos na adutora. 

Anchieta Santos

Deixe uma resposta