Tabira: Vereadores acionam reportagem para denunciar paralisação de usina de asfalto e acabam encontrando ambulâncias e veículos do PAC 2 abandonados

O que seria uma simples visita para fiscalizar a real situação da usina de asfalto de Tabira, o presidente da Câmara de Vereadores, Djalma Nogueira e a vereadora Socorro Veras, se depararam com uma sucessão de irregularidades e falta de zelo com o patrimônio público do município.

Na manhã desta quinta-feira (27), Djalma e Socorro acionaram a reportagem da Rádio Cidade FM 97,7, para acompanhar os parlamentares na visita a garagem municipal, para fiscalizar o maquinário adquirido na gestão anterior, aquisição que realizou o asfaltamento de ruas e avenidas, melhorando as principais vias da cidade.

Na última sessão da Câmara, vereadores da oposição denunciaram na tribuna que a usina estava paralisada, enquanto uma empresa havia sido contratada pelo Governo Municipal, para realizar a operação tapa-buraco na avenida que dá acesso ao hospital e ao centro da cidade.

“Ao chegar ao local encontrei as máquinas ao relento, levando sol e chuva. Mas a surpresa foi ainda maior ao constatar vários veículos quebrados enquanto poderiam estar servindo aos trabalhos da gestão”, denunciou Djalma em entrevista.

A reportagem verificou também junto com os vereadores que às duas retroescavadeiras do Pac, três ambulâncias e a Caminhonete Ranger da Vigilância Sanitária encontram-se quebradas e abandonadas ao relento, sofrendo com a ação do tempo e com a falta de manutenção. Detalhe para a Ranger da Vigilância, que desde maio de 2021 está quebrada.

“Já solicitei a Secretária de Saúde esclarecimentos sobre o carro modelo Ranger, placa KIA 7821, da Vigilância Sanitária, que está quebrado a quase um ano, o mesmo estava no meio do tempo em frente a uma oficina na saída para Água Branca, exposto a sol e chuva e agora está na garagem municipal. Na tarde da terça-feira (25), o carro foi rebocado, ainda sem conserto, e para minha surpresa trocaram seis por meia dúzia, o carro que servia para dar apoio a vigilância epidemiológica, vigilância sanitária e dengue continua quebrado e abandonado aqui na garagem do município. Sem falar no gasto de dinheiro público com locação de outro carro”, denunciou Socorro a Cidade FM.

Socorro ainda falou sobre o estado das ambulâncias encontradas no pátio em total abandono. “A ambulância (Savero), placa OYN 5896, foi também rebocada na tarde do mesmo dia. Para minha surpresa, ao chegar na garagem, constatamos que a ambulância, também está na mesma situação, no meio do tempo, além disso, localizamos outra ambulância (Ducato), placa MEO 8707. Saliento que as duas foram adquiridas na gestão passada, o que talvez seria um motivo para a chefe do executivo deixar se acabar. Enquanto as ambulâncias estão quebradas, tem paciente de Tabira indo para Recife em carro de outro município”, alertou a vereadora.

Os parlamentares verificaram ainda, os materiais da Secretaria de Cultura jogados e parques infantis, que poderiam ser revitalizados e instalados nas praças, sem nenhum tipo de proteção.

“Um absurdo presenciar todo o patrimônio adquirido se perder por falta de cuidado! Ambulâncias que poderiam estar servindo ao nosso povo, máquinas abrindo estradas e realizando os serviços essenciais de infraestrutura, o carro da vigilância poderia estar servindo para o trabalho dos funcionários, tudo se perdendo. Vou continuar fiscalizando e mostrando a toda sociedade, a real situação dos bens públicos e a falta de interesse da gestão que até agora não mostrou a que veio”, disse Djalma.

O Chefe do Legislativo afirmou que vai encaminhar requerimentos ao Governo Municipal e vai protocolar denuncia junto ao Ministério Público.

 

 

Deixe uma resposta