Com passagem molhada inacabada, moradores estão ilhados na região dos Oitis, em Tabira

Enquanto a obra não é concluída os ônibus escolares não trafegam pela localidade dificultando o transporte dos alunos até as instituições de ensino.

Com as chuvas dos últimos dias e a obra da passagem molhada inacabada, moradores do Sitio Oitis, zona rural de Tabira, estão quase que ilhados. O que seria uma alivio com a construção, se transformou em um tormento.

Em abril de 2021 parte da estrutura da passagem molhada foi arranca pelas fortes chuvas, com isso, a prefeitura interditou o local. Em fevereiro deste ano, a prefeita Nicinha Melo (MDB) juntamente com o Secretário de Agricultura, Joel Mariano, estiveram na comunidade para gravar imagens e fazer a divulgação da construção da nova passagem molhada.

“Com a obra vai ficar mais seguro e mais eficiente para quem mora do lado de lá [sitio Oitis]. Por exemplo, se o cidadão passava com água batendo na coxa agora evidentemente que não irá molhar os pés”, afirmava o secretário no vídeo institucional.

No entanto, após alguns dias a obra foi abandonada e ainda está sem conclusão. Segundo moradores não se ver mais ninguém trabalhando por lá.

“Aqui tem gente idoso, gente doente. Começaram e não terminaram a obra. As crianças todas paradas, sem irem para escola. Como vão pra escola? Voando? O rio tá passando água”, relata a moradora Cícera desesperada.

Teotônia Inês, que também reside na comunidade, diz que não sabe o que fazer com tamanha falta de sensibilidade por parte do governo municipal. “Minha mãe é paraplégica, ela não anda de jeito nenhum, Deus me livre acontecer alguma coisa com ela, o que vamos fazer? Sem ter por onde passar”, desabafa.

Nem a prefeitura e tão pouco a secretaria de agricultura se manifestaram sobre o assunto.

Imagens enviadas ao blog:

Deixe uma resposta