SENADO APROVA PROJETO REGULAMENTANDO A PROFISSÃO DE CANTADOR DE VIOLA

Foi aprovado no Senado, nesta quarta-feira, em caráter terminativo, um projeto de autoria do deputado André de Paula (DEM-PE) regulamentando a profissão de cantador de viola.
 
O projeto foi inicialmente apresentado pelo deputado Wilson Braga (PDT-PB) mas acabou sendo arquivado antes de ir para votação.
 
André de Paula o reapresentou e Inocêncio Oliveira (PR) fez gestões em favor de sua aprovação por ser um grande admirador dos violeiros nordestinos.
 
Só falta agora a sanção do presidente da República para virar lei. De acordo com o projeto, “considera-se repentista para os fins desta lei o profissional que utiliza o improviso rimado como meio de expressão artística, transmitindo a cultura e a tradição popular por intermédio do canto, da fala ou da escrita”.
 
De acordo com o pesquisador e folclorista Saulo Passos, Pernambuco é o Estado do Nordeste que tem o maior número de cantadores de viola mas na votação de hoje os três senadores de Pernambuco estavam ausentes.

Em nome da classe, os violeiros Geraldo Amâncio e Chico de Assis cantaram de improviso para os senadores.

(Blog do Inaldo – www.inaldosampaio.com.br)

Deixe uma resposta