Seleção Brasileira mostra força e vira para espantar fantasma no palco da final de 1998

Enquanto Neymar comemora sozinho, jogadores vibram com William, autor de bela jogada no gol da virada

Enquanto Neymar comemora sozinho, jogadores vibram com William, autor de bela jogada no gol da virada

Nem a principal pedra no sapato da Seleção Brasileira nos últimos tempos, no traumático palco de Saint-Denis, foi capaz de acabar com o grande momento do time de Dunga. Nesta quinta-feira no primeiro amistoso de 2015, o Brasil derrotou a França de virada, por 3 a 1, no Stade de France, e manteve a invencibilidade nesta volta do treinador, com sete vitórias em sete partidas disputadas, informa o PE Esportes.

O jogo foi repleto de elementos que lembravam aquela dolorosa decisão da Copa do Mundo de 1998, quando a seleção caiu por 3 a 0 diante dos franceses. O palco foi o mesmo. No banco, estavam os capitães de seus times naquela partida – Dunga, pelo Brasil, e Deschamps, pela França. Mas desta vez a história foi bem diferente. Após um início fraco, os brasileiros mostraram novamente um futebol seguro e contundente, principalmente no segundo tempo, para chegarem ao triunfo.

Deixe uma resposta