Secretário descarta convocar novos aprovados para vagas de Agentes de Saúde e diz que não houve “jeitinho brasileiro”

A informação veio como um balde de água fria nas esperanças de muitos candidatos que foram aprovados no último concurso para Agentes de Saúde, gastaram altos volumes em recursos financeiros para cumprir as etapas seguintes do certame e estavam somente aguardando a convocação para apresentação de documentos e posse no cargo.

Na manhã desta terça-feira (27), o secretário de Administração de Tabira, Dr. César Pessoa, falou sobre o tema no Programa Cidade Alerta, da Rádio Cidade FM. O secretário elencou alguns pontos que considerou determinantes para o caso.

Segundo ele, lá no início do processo a então gestão preencheu de imediato 11 vagas para Agentes de Saúde. Em seguida veio um remapeamento da área, o que possibilitou a abertura de novas vagas que foram preenchidas recentemente com as quatro últimas convocadas e empossadas.

Sobre o Bairro Vitorino Gomes, que é o centro das questões, o secretário disse que a procuradoria do município fez um levantamento e não encontrou ninguém que fosse classificado e morasse na área da unidade. “Há uma pessoa que mora nas proximidades, mas não é inserida lá e está no cadastro de reserva para outra área”, disse.

Sobre a denúncia de ouvintes de que entre as últimas empossadas há quem more fora da área de atuação, o Dr. César disse que a informação que lhe chegou através da coordenação da Atenção Básica é que todas as convocadas estavam em situação regular, porém, ele admitiu que não houve nenhuma apuração de sua parte para confirmar as informações. “Foi me garantido que não houve jeitinho brasileiro”, afirmou o secretário.

Deixe uma resposta