SARA e SDSCJ promovem 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar

Os debates sobre as propostas e os avanços para a promoção da soberania alimentar e o direito humano à alimentação adequada e saudável serão ampliados na 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar (Cesan/PE), promovida pelo Governo do Estado, através das secretarias de Agricultura e Reforma Agrária (SARA) e de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ), em parceria com o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional de Pernambuco (Consea/PE).

A convenção será realizada no Hotel Canarius, em Gravatá, nos próximos dias 4, 5 e 6 de agosto, e abordará o tema Comida de Verdade no Campo e na Cidade, por Direitos e Soberania Alimentar. A presidenta do Consea Nacional, Maria Emília Pacheco, ministra a palestra de abertura do evento, que contará com a participação dos secretários estaduais da SARA e da SDSCJ, Nilton Mota e Isaltino Nascimento, respectivamente, da secretária Nacional Adjunta da SESAN/MDS,Lilian Rahal, e da representante do Ministério da Saúde, Simone Guadagnini.

Durante os três dias de trabalho em grupo, os participantes discutirão estratégias de fortalecimento do Sistema Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Sesans) e propostas para a revisão do I Plano Estadual de Segurança Alimentar de Pernambuco, que aponta um conjunto de objetivos e diretrizes. O material deverá ser apresentado na 5ª Conferência Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CNSAN), que será realizada de 3 a 6 de novembro deste ano, em Brasília (DF).

A todo 340 pessoas de todos os municípios pernambucanos vão participar da conferência. O público é formado por representantes dos governos estadual e municipal e da sociedade civil organizada, como sindicatos e associações. São profissionais de diversas áreas como serviço social, nutrição, pedagogia, agronomia e professores universitários, que participaram das conferências municipais e têm efetiva participação nas discussões sobre segurança alimentar em seus municípios.

Nos últimos anos Pernambuco avançou na segurança alimentar, através da instituição de políticas públicas estaduais complementares de combate à desertificação, de convivência com o semiárido, de assistência técnica e extensão rural para agricultura familiar.  A qualidade de vida da população está diretamente ligada a alimentação e nós queremos seguir contribuindo com a expansão do debate e com a sensibilização de todos, garantindo a participação ativa da sociedade, explicou o secretário de Agricultura Nilton Mota.

Para o secretário de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude, Isaltino Nascimento, “o evento é uma oportunidade que temos para construir uma política estratégica de forma intersetorial e articulada entre vários órgãos para ajudar a melhorar a qualidade de vida da população pernambucana”.

“A Conferência propõe uma discussão que vai além do controle de qualidade, combate a utilização de agrotóxicos e produção de transgênicos. Queremos discutir alternativas para fortalecer os agricultores familiares, que produzem mais de 70% da comida que chega à mesa dos brasileiros”, pontua Zélia Tavares, presidente do Consea/PE.

Serviço: 5ª Conferência Estadual de Segurança Alimentar (Cesan/PE)

Local: Hotel Canarius, em Gravatá

Data: 4, 5 e 6 de agosto

Hora: 8h30

PROGRAMAÇÃO

1º dia  04/08 (terça-feira)

8h30  Credenciamento e Lanche

9h  Leitura do Regimento

10h  Abertura da 5º CESAN-PE

11h  Conferência: Maria Emília, CONSEA Nacional

12h  Almoço

14h – Painel Povos Tradicionais

15h20  Guia Alimentar

15h40  Lanche

16h  SISAN-PE Mariana Suassuna- CAISAN-PE Sônia Lucena – CONSEA-PE

17h – Orientações para os grupos

18h – Apresentação cultural

19h – Jantar 20h30 – Documentário Semiárido Debate

2ª dia  05/08 (quarta-feira)

8h30  Trabalho de Grupos

10h  Lanche

10h15 – Trabalho de Grupos

12h  Almoço

14h  Trabalho de Grupos

16h  Lanche

16h20  Socialização dos trabalhos de grupos

19h – Jantar

20h30 – Atividades paralelas (reuniões, encontros, carta política, sistematização dos resultados)

3ª dia  06/08 (quinta-feira)

8h30  Apresentação e aprovação das propostas

10h  Lanche

10h20 – Leitura de Moções e da Carta Política

11h20 – Escolha de delegados/as

12h – Encerramento e Apresentação Cultural

13h  Almoço

Deixe uma resposta