PSB aprova fusão com o PPS

Presidentes do PSB e PPS concederam entrevista para firmar fusão dos partidos

Presidentes do PSB e PPS concederam entrevista para firmar fusão dos partidos

A reunião da Ececutiva nacional do Partido Socialista Brasileito (PSB) aprovou, na manhã desta quarta-feira (29) o início do processo de fusão com o Partido Popular Socialista (PPS). A informação foi divulgada durante a tarde numa entrevista coletiva concedida em Brasília, da qual participaram os presidentes das duas legendas – Carlos Siqueira (PSB) e Roberto Freire (PPS).

Após a sinaliação positiva da Executiva, o partido deverá convocar reuniões com os presidentes estaduais da legenda e com as bancadas da Câmara e Senado. Um congresso da legenda será marcado para junho para confirmar legalmente a posição.

Dos 38 mebros da Exceutiva do PSB, estiveram presentes 32. Os ausentes enviaram seus votos, incluindo o governador Paulo Câmara e o prefeito do Recife, Geraldo Julio, que são, respectivamente, vice-presidente e secretário-geral do PSB. Apenas o secretário nacional sindical, Joilson Cardoso, foi contrário à fusão das legendas.

Ao contrário do que enfrenta o PTB, onde a bancada não aprova a fusão com o DEM, o PSB tem apoio dos seus parlamentares. “A bancada é favorável”, afirmou o líder do PSB na Câmara, Fernando Bezerra Filho.

O presidente do PPS, Roberto Freire, lembrou lutas históricas em que os dois partidos estiveram juntos na história política do Brasil. “Temos um lado histórico. O PPS começou com o PCB, que sempre esteve ao lado do PSB em fatos como a luta contra o golpe militar, com seus integrantes dentro do MDB, na Constituinte, no Colégio Eleitoral e atuamos juntos no governo de Itamar Franco”, lembrou.

Deixe uma resposta