Protestos contra mudança de feira entram na 3ª semana e Prefeitura de Tabira tenta apreender material de pequenos comerciantes

Uma novela que parece não ter fim e ganha mais capítulos a cada quarta-feira. Os protestos de feirantes da troca de Tabira entram na terceira semana, e a indignação é a mesma: o local de trabalho.

Nesta quarta-feira (16), uma nova manifestação aconteceu. De acordo com informações recebidas, os trabalhadores se reuniram novamente no terreno privado localizado as margens da PE-320, ao lado do cemitério público “Parque da Saudade”.  Vereadores, advogados e lideranças políticas e sociais estiveram presentes apoiando a causa dos feirantes.

A resistência por grande parte dos comerciantes da troca é grande em relação a mudança para o Bairro Espirito Santo. Na semana passada, utilizaram o mesmo terreno privado para realizarem a feira.

Um vídeo que circula essa manhã mostra a ação da prefeitura contra pequenos comerciantes. No vídeo, o Secretário de Finanças, Gleison Rodrigues lê a legislação e ameaça com guardas e Vigilância apreender produtos de um vendedor de chá e café. Outros pequenos vendedores também foram ameaçados de apreensão e com medo recolheram o material de trabalho. Um senhor de idade chega a passar mal com toda truculência do governo municipal e é amparado pelo vereador Djalma das Almofadas (PT).

Deixe uma resposta