PROJETO QUER IMPLANTAR PÓLO DE BIODIESEL NO SERTÃO DO PAJEÚ

A Estação Experimental do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA) em Serra Talhada está desenvolvendo pesquisas com espécies vegetais oleaginosos, como o pinhão manso e oiticica, para apontar aqueles que melhor se adaptem às condições de clima e de solo do Semi-Árido, com potencial para a produção de biodiesel. Os resultados preliminares serão divulgados a partir de novembro deste ano. As experiências serão repetidas até que obtenham um resultado conclusivo dos estudos.

Segundo o presidente do IPA, Júlio Zoé de Brito, a obtenção de variedades mais adaptadas ao regime climático do Semi-Árido é fundamental para assegurar a geração de emprego e renda na região. O IPA quer obter espécies oleoginosas, que possuam custo de produção mais barato do que a mamona. Júlio Zoé explicou que a produção de biodiesel a partir da mamona é inviável do ponto de vista econômico, o que torna fundamental a descoberta de variedades com potencial produtivo semelhante, mas com custos mais enxutos. “O programa do biodiesel é importante para o Nordeste. No entanto, é preciso encontrar alternativas que apresentem viabilidade econômica”, afirmou.

As pesquisas ocorrem dentro das atividades do Projeto Pólos do Biodiesel – NE, composto por Grupo de Trabalho (GT), formado por várias entidades governamentais e não-governamentais entre elas o IPA, Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Obra Kolping do Brasil, prefeituras municipais, UFRPE, Banco do Nordeste, grupo Caatinga, Fetape, entre outras. Em recente reunião da equipe na Unidade Acadêmica de Serra Talhada, foi realizada uma apresentação do Projeto Pólos, onde houve uma prestação de contas sobre o programa em 2007 e a programação para 2008. Um novo encontro está agendado para o dia 11 de junho.

O coordenador de Agroenergia e Culturas Industriais do IPA, Ivan Oliveira, informou que o Projeto Pólos do Biodiesel – NE foi criado em setembro de 2007 e vai consolidar a região do Sertão do Pajeú (Serra Talhada e mais 09 municípios entre eles Afogados da Ingazeira, São José do Belmonte), como Pólo do Biodiesel. Entre os experimentos desenvolvidos pelo IPA em Serra Talhada estão : o Banco de germoplasma de pinhão manso e de oiticica, ensaio de competição de cultivares de girassol e ensaios regionais de algodão herbáceo de fibra médio, de algodão colorido e de cultivares de mamona.

Deixe uma resposta