Professores da rede estadual descartam possibilidade de greve

Os professores da rede estadual descartaram a possibilidade de deflagração de greve durante a terceira assembleia da categoria nesta sexta-feira (27). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco, cerca de 1,5 mil servidores participaram da reunião. No encontro, o grupo deliberou a pauta de reivindicação que deverá ser entregue ao secretário de Administração, Milton Coelho, na próxima segunda-feira (30). Já na terça (31), haverá uma nova reunião em frente à Assembleia Legislativa, às 14h, para que seja apresentado o resultado da negociação, informa o Diário de Pernambuco.

A categoria, em estado de greve desde o último dia 13, elabarou o documento a ser entregue ao secretário seguindo três eixos principais: valorização profissional, benefícios e questões administrativas. Os pontos estão distribuídos entre os mais de 30 pedidos articulados.

A mobilização da terça pretende cobrar dos deputados a suspensão do projeto de lei que reajusta em 13,01% apenas o salário dos professores com magistério e 0,89% para quem tem nível superior e trabalha há menos de dez anos na rede. A medida achata o Plano de Cargos e Carreira da categoria e deixa de fora do reajuste salarial 45.750 docentes.

Segundo o sindicato, a medida descumpre a Lei do Piso Nacional, que prevê diferentes valores e reajuste entre as categorias. Ainda na terça-feira, no mesmo horário da assembleia, representantes do MPPE vão se reunir com Milton Coelho para cobrar explicações sobre o descumprimento da lei federal.

Deixe uma resposta