Prefeitura de Solidão tem contas bloqueadas por falta de pagamento a advogado tabirense

paulo-ramalhoAs contas da Prefeitura de Solidão estão bloqueadas por determinação do Juiz Dr. Hildeberto Júnior da Rocha Silvestre, da comarca de Tabira, desde a segunda-feira, dia 01 de fevereiro, informa o Radar do Sertão.

As contas foram bloqueadas em função do não pagamento de RPV (Requisição de Pequeno Valor) devida ao advogado tabirense Paulo Barros Ramalho. O município foi intimado, desde Novembro de 2015, para pagar no prazo de 60 (sessenta dias) e não o fez.

RPV (Requisição de Pequeno Valor) é a forma como são pagos os débitos da fazenda Pública (união, estados, municípios), cujo seja até 30 (trinta) salários mínimos no caso dos municípios, 40 (quarenta) salários mínimos no caso dos estados e 60 (sessenta) salários mínimos no caso do Governo Federal.

1 pensou em “Prefeitura de Solidão tem contas bloqueadas por falta de pagamento a advogado tabirense

Deixe uma resposta