Prefeito de Princesa Isabel, PB, é alvo de operação da PF contra fraudes na compra de máscaras e testes

Uma operação da Polícia Federal contra supostas irregularidades na compra de produtos relacionados à pandemia da Covid-19 está sendo deflagrada na manhã desta quarta-feira (2), no município de Princesa Isabel, na Paraíba. O prefeito da cidade, Ricardo Pereira do Nascimento, é um dos alvos dos mandados de busca e apreensão.

Estão sendo cumpridos cinco mandados de busca e apreensão, todos eles na região de Princesa Isabel. Além da residência do gestor, a sede da prefeitura e da secretaria de saúde do município estão na lista dos mandados.

Segundo a Polícia Federal, a Operação Princesa do Sertão tem como objetivo investigar compras feitas pela prefeitura do município para o enfrentamento a pandemia.

O objetivo da ação é colher possíveis provas de sobrepreço na aquisição de 5 mil testes rápidos para detecção de Covid-19 e 40 mil máscaras descartáveis.

A ação da PF ocorre em conjunto com a Controladoria geral da União (CGU). Cerca de 20 policiais participam da operação. Os mandados de busca foram expedidos pelo TRF5.

Nas redes sociais, o prefeito de Princesa Isabel, Ricardo do Nascimento, informou que as acusações foram feitas por um partido político diferente do dele, na campanha eleitoral passada. Segundo ele, a prefeitura tem transparência no processo de compra dos testes para detecção da Covid-19 e máscaras de proteção.

Ricardo Pereira, emitiu nota à imprensa no final da manhã de hoje, esclarecendo os fatos. O prefeito ressalta que o Tribunal de Contas da Paraíba (TCE-PB) já apurou o caso e atestou que, além de não ter havido sobrepreço, a forma de aquisição foi a mais correta.

Ricardo Pereira também destaca que mesmo com o posicionamento do TCE abriu mão de seus sigilos fiscais, bancários e telefônicos, no intuito de solucionar da forma mais rápida possível eventuais dúvidas dos órgãos de controle acerca da correção dos atos praticados pela gestão do município de Princesa Isabel.

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O prefeito do município de Princesa Isabel/PB, Ricardo Pereira do Nascimento, vem à público esclarecer notícias de uma operação ocorrida na manhã desta quarta-feira, 02 de fevereiro de 2022, visando apuração de denúncia de alegado sobrepreço na aquisição para a Covid-19.

De Início esclarece que o Tribunal de Contas da Paraíba já apurou a denúncia, tendo se convencido que, além de não ter havido sobrepreço, a forma de aquisição foi a mais correta. Mesmo assim, o próprio prefeito, abriu mão de seus sigilos fiscais, bancários e telefônicos, juntamente com a secretária de saúde, Sra. Francisca de Lucena Henriques, comunicando tal fato à Polícia Federal, Tribunal Regional Federal, Justiça Federal e ao próprio Ministério Público Federal, no intuito de solucionar da forma mais rápida possível eventuais dúvidas dos órgãos de controle acerca da correção dos atos praticados pela gestão do município de Princesa Isabel.

Toda a documentação relativa à aquisição sempre esteve disponível na página oficial para acesso de todos, estando o prefeito e secretária tranquilos quanto à apuração dos fatos, permanecendo à disposição das autoridades.

Deixe uma resposta