Pouco mais de 4 mil cinquentinhas são emplacadas em Pernambuco

fila_detranO Departamento Estadual de Trânsito em Pernambuco (Detran-PE) emplacou 4.262 motocicletas com potência igual ou menor que 50 cilindradas, as “cinquentinhas”, até as 16h da quarta-feira (11). O último dia foi marcado por grandes filas para a retirada do nada consta das motocicletas.

Quem ainda não deu entrada nos procedimentos para a regularização do veículo deve procurar o Detran-PE e agendar o atendimento. Os proprietários que não estiverem com as cinquentinhas devidamente regularizadas não podem circular a partir desta quinta (12). A infração é considerada gravíssima para quem for flagrado circulando com as motocicletas de forma irregular. O condutor perde sete pontos na carteira, além de ter o veículo apreendido.

Uma das principais dificuldades relatadas pelos proprietários diz respeito à retirada de alguns documentos obrigatórios para o licenciamento, como o cadastro na Base de Índice Nacional – o número ‘Bin’. Ele faz parte do banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e é cadastrado pela revendedora do veículo. “Seria um ‘CPF’ do veículo, ele só passa a existir quando está cadastrado na base. A partir daí pode ser feito o registro de licenciamento”, explicou o diretor-geral do Detran-PE, Sebastião Marinho.

Uma das principais dificuldades relatadas pelos proprietários diz respeito à retirada de alguns documentos obrigatórios para o licenciamento, como o cadastro na Base de Índice Nacional – o número ‘Bin’. Ele faz parte do banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e é cadastrado pela revendedora do veículo. “Seria um ‘CPF’ do veículo, ele só passa a existir quando está cadastrado na base. A partir daí pode ser feito o registro de licenciamento”, explicou o diretor-geral do Detran-PE, Sebastião Marinho.

Deixe uma resposta