0 pensou em “Poetisas tabirenses

  1. Tive o prazer de conhecer Carmem Pedrosa de muito perto e ser testemunha de muitas pesias do seu livro “Vitória Régia” que ela lançou em 1983,, também de outras poesias de livro “Globo Ativo”, que infelizmente ela morreu sem publicar, e eu não sei se a familia tem esse material guardado.
    Parabéns Geoge por resgatar a memória da cultura popular tabirense publicando versos de uma grande poetisa como foi Carmem Pedrosa. Na dedicatória do meu livro ela escreveu: Ao meu prezado amigo, e quase meu filho Claudionor com uma feliz lembrança de tia carmem(era assim que eu a chamava)tabira,15 de agosto de 1983. Como eu tenho saudades de Carmem Pedrosa.

Deixe uma resposta