POETAS TABIRENSES

Político ruim vira santo
No período de eleição
Falando para o povão
Que tenha fé no seu canto
E como se por encanto
Tudo ele vá resolver
Fazendo o povo crer
Que a vida vai melhorar
E nunca mais piorar
Se ele se eleger

E falando nos plenários
Vão conseguindo os seus votos
Dando carros, dando motos
Pra seus correligionários
Ficando mais milionários
Enrolando o povão
Que vai ficando sem pão
Sem roupa e sem documentos
Com fome e com mil lamentos
Quando passa a eleição

Na casa de um indigente
Um político ao chegar
Abre os braços pra abraçar
A todos que vê na frente
Dá um sorriso contente
Apertando mão a mão
Em véspera de eleição
Todo mundo é popular
Depois do pobre votar
Vai sentir decepção

E com seu jeito matreiro
O político tem em mente
Deixar o pobre contente
No período eleitoreiro
Dando em troca seu dinheiro
A todo voto comprado
Se comprou e deixou fiado
Este a urna não vai ver
Só se ele prometer
Que vai lhe pagar dobrado

Para ganhar alguns votos
Fazem até coligação
Já próximo da eleição
Para serem vitoriosos
Em conchaves mafiosos
Feito por baixo do pano
Botando a gente no cano
E eles mais ordinários
Fazendo nós de otários
E estão ai todo ano.

Dr. Eduardo Jerônimo

0 pensou em “POETAS TABIRENSES

  1. Dr. Eduardo como sera que se sente , vendo que o seu candidato a vereador nas ultimas eleicoes, Dr Marcilio, lhe traiu e se aliou ao seu desafeto Josete Amaral.

Deixe uma resposta