Pernambuco completa duas semanas de queda nas médias móveis de casos e mortes por covid-19

O Estado não havia registrado uma sequência tão longa de quedas na confirmação de casos desde junho de 2020; e de óbitos, desde outubro de 2020.

Apesar de ainda estarem altos, os índices epidemiológicos da pandemia seguem em queda em Pernambuco. Nesta segunda-feira (5), as médias móveis de casos e mortes por covid-19  completam 14 e 15 dias em baixa, respectivamente. O indicativo, considerado a melhor forma de
medir o comportamento da pandemia, contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indicam estabilidade.

Com a confirmação de mais 660 casos, a média móvel de infectados no Estado ficou em 1.746 nesta segunda, uma queda de 21% quando comparada à de 14 dias atrás. Pernambuco não havia registrado uma sequência tão longa de queda na confirmação de casos desde 2020,
quando registrou baixa durante 15 dias entre 3 e 17 de junho.

Entre os novos casos, 72 (11%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 588 (89%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 559.358 casos confirmados da doença, sendo 50.045 graves e 509.313 leves.

A média móvel de mortes nesta segunda aponta em 47, após a confirmação de mais 36 óbitos pela doença em Pernambuco, uma queda de 20% quando comparado ao indicativo de duas semanas atrás. A longa sequência não era vista desde 2020, quando o Estado teve 18 dias de baixa entre 7 e 24 de outubro.

Também foram confirmados 36 óbitos, ocorridos entre 28 de março de 2021 e esse sábado, 3 de julho de 2021. Com isso, o Estado totaliza 17.908 mortes pela covid-19. Os detalhes epidemiológicos serão repassados ao longo do dia pela Secretaria Estadual de Saúde.

Fonte: JC

Deixe uma resposta