Paulo Câmara faz aceno para prefeitos com resultado do Escritório de Projetos

Paulo Câmara anunciou também pagamento de R$ 30 milhões atrasados do FEM

Paulo Câmara anunciou também pagamento de R$ 30 milhões atrasados do FEM

Do JC Online

O Escritório de Projetos, estrutura criada pelo governador Paulo Câmara (PSB), vai priorizar o financiamento de projetos da área ambiental, em sua grande maioria focados na implantação de aterros sanitários e no tratamento de resíduos solidos para as prefeituras pernambucanas. O setor vai abocanhar R$ 3,8 milhões, dos R$ 10 milhões que o Estado começará a pagar em janeiro para financiar 47 propostas em 123 municípios.

A lista de projetos financiados pelo Estado foi divulgada na tarde desta segunda-feira (9), durante um ato com prefeitos no Palácio do Campo das Princesas, onde o governador também anunciou o pagamento, até o próximo dia 25, de R$ 30 milhões atrasados do Fundo Estadual de Apoio aos Municípios (FEM). No discurso em que fez um gesto para os prefeitos, Paulo Câmara também criticou o governo federal afirmando que a União decidiu bloquear as operações de crédito para fazer um superávit que acabou não se concretizando.

Além dos 14 projetos na área ambiental, o governo também selecionou 18 propostas no setor de urbanização (R$ 3 milhões), 11 em saneamento (R$ 2,1 milhões) e 4 em saúde (R$ 874 mil). Os pojetos atendem 12 consórcios e 35 municípios em todas as regiões do Estado.

As prefeituras têm até o dia 30 de novembro para contestar o resultado. O resultado final será divulgado no dia 29 de dezembro e a assinatura do termo de adesão ocorreria no dia 15 de janeiro de 2016. A liberação da primeira parcela, de R$ 2 milhões, ocorreria já no início do próximo ano, após a assinatura do contrato com as empresas que vão executar os estudos.

Deixe uma resposta