Para Nelly, declaração de Djalma é uma forma de tentar justificar a não devolução de recurso ou a falta de economia

Inconformada com as declarações do presidente da Câmara dos Vereadores de Tabira, o vereador Djalma das almofadas, a Dra. Maria Nelly esteve falando ao Programa Cidade Alerta, da Rádio Cidade FM, desta terça-feira (29).

Nelly disse que o motivo da sua ida à rádio não era para polemizar, mas para defender o seu nome e a sua história quando passou pela casa legislativa. Rebatendo a declaração de Djalma, que disse haver encontrado salas com tamboretes e ventiladores ao assumir a presidência da Câmara, Nelly disse que todos os aparelhos de ar foram trocados na gestão dela.

Equipamentos de informática foram comprados e cadeiras foram compradas e reformadas. “Inclusive a cadeira que o presidente hoje senta no gabinete da presidência foi comprada na minha gestão”, disse.

Sobre os carros da Câmara, a ex-vereadora disse que os entregou em pleno funcionamento, pneus novos, revisados e o seguro em dia. Para Nelly, a declaração de Djalma foi uma forma encontrada por ele para tentar justificar a não devolução ou a não economia de recursos.

Nelly defendeu a devolução de recursos ao Executivo por parte do Legislativo e disse: “o presidente pode até não devolver recurso, mas não porque a casa está cheia de tamboretes. Não é obrigação de nenhum presidente devolver dinheiro do duodécimo, mas os que devolvem, da minha parte, eu parabenizo. É uma questão de zelo e não de vaidade. Economicidade, que é uma obrigação do gestor”.

Deixe uma resposta