Operação cumpre 96 mandados no PI, CE e MA contra fraude em licitações

Globo.com

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), com apoio da Policia Rodoviária Federal (PRF), deflagraram na manhã desta sexta-feira (7) a Operação Escamoteamento contra empresas fantasmas suspeitas de fraudar licitações de prefeituras. Ao todo, 96 mandados judiciais são cumpridos no Piauí, Ceará e Maranhão.

A ação é resultado de um ano e quatro meses de investigação contra a organização criminosa, que fraudava licitações de obras públicas e prestações de serviços para prefeituras piauienses. De acordo com o coordenador do Gaeco, promotor Rômulo Cordão, servidores públicos e empresários estariam envolvidos no esquema, que desviou cerca de R$ 200 milhões dos cofres públicos.

Estamos cumprindo mandados de prisão e condução coercitiva de donos de empresas do Ceará que atuam no Norte do Piauí, como Cocal, Buriti dos Lopes e outras cidades. Tais empresas fechavam contratos para realização de serviços, obras de construção com valores exorbitantes sem a devida prestação para os quais foram contratadas”, explicou o promotor.

Ainda segundo Rômulo Cordão, os empresários são suspeitos de abrir empresas para participar das licitações, atuando como concorrentes, mas de fato isto não existia porque eles montavam cartéis para vencer o contrato. Até os valores oferecidos pelos vencedores eram previamente ajustados, em violação aos princípios da licitação pública, impedindo a livre concorrência e causando prejuízos ao erário.

Deixe uma resposta