Nos Governos Dinca e Nicinha, professores acumulam perdas de 50,13% em seus salários

Os professores da Rede Municipal de Ensino de Tabira acumulam hoje uma defasagem de 50,13% em seus salários, resultante da não concessão dos aumentos salariais nos Governos Dinca e Nicinha.

Em 2011, o piso nacional dos professores foi reajustado em 21,79%, mas em Tabira a concessão foi de apenas 4,9% pelo então prefeito Dinca Brandino. Onze anos depois, a prefeita Nicinha Melo, esposa do ex-prefeito, volta atrás e não concede o reajuste dos 33,24% para a categoria.

Somados os 16,89% de 2011 mais o percentual de 33,24%, as perdas salariais acumuladas chegam a 50,13%.

Deixe uma resposta