MPPE suspende atividades presenciais após agravamento da pandemia da Covid-19 e da epidemia da Influenza

O agravamento da pandemia da Covid-19 e da epidemia de gripe no estado provocou a suspensão das atividades presenciais em todas as unidades do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a partir da sexta-feira (21) até o dia 2 de fevereiro de 2022. A medida foi implementada por meio de portaria. A informação é do G1 Pernambuco.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) também suspendeu o atendimento presencial ao público, a partir desta quinta-feira (20), devido ao aumento de casos de Covid-19 e à epidemia da Influenza A H3N2.

De acordo com o MPPE, durante a suspensão do atendimento presencial, o acesso às unidades do MPPE será restrito ao público interno da instituição, além de magistrados, advogados, defensores públicos e auxiliares da Justiça.

As partes e interessados poderão comparecer caso comprovem a necessidade de atendimento presencial de urgência. Nestes casos, será exigido que as pessoas admitidas apresentem comprovante do ciclo vacinal completo e utilizem os equipamentos de proteção individual.

Por ora, o MPPE informou que seguirá atendendo ao público pernambucano de forma prioritariamente virtual, com o recebimento e tramitação eletrônicos de documentos, realização de audiências extrajudiciais e reuniões por meio da ferramenta Google Meet.

Deixe uma resposta