Mendonça cobra apuração rigorosa e punição dos culpados pelo assassinato do presidente da Associação de Cabos e Soldados, Albérisson Carlos

O ex-ministro ressaltou que Albérisson era um pai de família, um homem de coragem, comprometido com a segurança pública, uma voz em defesa dos policiais militares e um líder político.

O presidente estadual do Democratas e ex-ministro Mendonça Filho cobrou, nesta quinta-feira, 17 de fevereiro, durante o velório do presidente da Associação de Cabos e Soldados de Pernambuco, Albérisson Carlos, a apuração rigorosa deste crime bárbaro e a punição rápida dos criminosos.

“O governador Paulo Câmara tem que mobilizar todas as forças policiais para a elucidação do assassinato de Albérisson, que ocorreu na frente da Associação e atinge a corporação”, afirmou.

Mendonça ressaltou que Albérisson era um pai de família, um homem de coragem, comprometido com a segurança pública, uma voz em defesa dos policiais militares, da própria Polícia Militar e um líder político.

Mendonça destacou que Albérisson foi um amigo que construiu na política.

“Estivemos juntos na eleição para prefeito do Recife, em 2020, quando Albérisson foi candidato a vereador do Recife pelo Democratas e ficou na primeira suplência”, afirmou, ressaltando a história de militância dele em defesa dos policiais militares, tornando-se uma liderança destacada na categoria. “É um momento muito triste para mim pessoalmente e para todos do partido. Nossos sentimentos à família, aos amigos, à Associação de Cabos e Soldados e à Polícia Militar”, afirmaram.

Mendonça reafirmou que vai seguir cobrando das autoridades apuração rigorosa desse crime e a punição rápida dos responsáveis.

“Nenhum crime pode ficar impune. Muito menos esse que atingiu um líder dos policiais e uma voz ativa em defesa da segurança pública”, destacou.

Deixe uma resposta