Meirelles quer nova CPMF

henrique-meirellesLeandro Mazzini – Coluna Esplanada

Nos bastidores, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, avalia que será preciso criar um tributo para aumentar a arrecadação da União porque o buraco nas contas públicas neste ano pode ficar entre R$ 120 bilhões e R$ 150 bilhões, segundo avaliações iniciais do novo governo.

O mais provável é que, em algum momento, o governo proponha a recriação da CPMF. Só no ano que vem, esse tributo seria responsável por arrecadar cerca de R$ 60 bilhões. Temer assumiu o governo pedindo a Meirelles que implemente antes outras medidas e evite aumentar impostos na largada.

O objetivo é mostrar que o governo fará um esforço inicial para cortar gastos a fim de criar um ambiente favorável à aprovação da nova CPMF.

Meirelles considera que um novo tributo poderá ser fundamental para equilibrar as contas públicas no médio e longo prazo. O governo Dilma já havia pedido ao Congresso para mudar a meta fiscal para um deficit de R$ 96 bilhões, mas a nova administração avalia que o rombo é maior do que esperado.

Deixe uma resposta