JÚNIOR ALVES PEDE DEMISSÃO DA RÁDIO CIDADE FM POR CAUSA DE CENSURA

Foi por terra o discurso do empresário Paulo Manú de que sua emissora, a Cidade FM (Tabira) seria aberta a todas as correntes e tendências, contra os que acreditavam que seria uma rádio para beneficiar sua família e o candidato Josete Amaral.

O comunicador Júnior Alves, da boa safra de radialistas de Tabira, convidou a representante da Secretaria de Cultura para falar do calendário cultural e do São João na cidade, um tema dos mais interessantes para a população tabirense. Simplesmente foi vetado pelo proprietário da emissora e teve que cancelar a entrevista. O radialista, que também é PM na Bahia, para não ficar desmoralizado, fez o que qualquer profissional sério faria: pediu pra sair.

Alguns comerciantes que acreditaram na promessa de uma emissora aberta a todos, ameaçam cortar vínculo financeiro com a rádio. O Prefeito Dinca Brandino (PSB) ainda não se  pronunciou mas pode oficializar veto para que sua equipe não compareça mais à emissora em protesto contra o gesto de Paulo. Dizendo que teve razão em não ter aceito convite da emissora, a atitude de Brandino agora é tida por corretíssima. 

As ilhas de independência na emissora continua sendo o programa apresentado pelo radialista Anchieta Santos e o Frente a Frente, com Magno Martins, gerado de Recife. As informações são de Nill Júnior.

“O mundo tornou-se grande e repleto de possibilidades, a tal dona censura, é uma velha cheirando a mofo que caminha a passos lentos e não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo” – Movimento Xô Censura.

0 pensou em “JÚNIOR ALVES PEDE DEMISSÃO DA RÁDIO CIDADE FM POR CAUSA DE CENSURA

  1. Aí também é demais!

    Uma entrevista de utilidade pública, apenas para esclarecer a população sobre as festas que estão por vir, não é motivo para veto!

    Antoganismos políticos e correntes divergentes em todo lugar tem. Mas nesse caso chegou ao extremo!

    Quem sai perdendo é a empresa de comunicação por não ter em sua grade de programação, o grande radialista Júnior Alves.

  2. PARABENS PRA JUNIOR ALVES MOSTROU QUE TEM PERSONALIDADE.
    TAMBEM SO UM CEGO NAO VER QUE ESSA EMISSORA DE RADIO FOI MONTADA SO PRA FAZER POLITICA .
    VAI TABIRA CONTINUA ANDANDO IGUAL CARANGUEJO.QUE PENA UMA CIDADE TAO BOA.

  3. Parabéns Flávio Marques pela publicação da matéria do SITE de Nil Junior. Quero também me solidarizar e parabenizar o nosso amigo e profissional competente Júnior Alves. A censura foi responsável nesse país por muitas atrocidades não podemos permitir que ela volte, muito embora, ainda tem resquícios dela na mente de muita gente. Espero que o meu amigo Paulo Manu reveja essa postura para a Rádio Cidade continuar prestando um serviço com uma certa parcialidade.

  4. Que absurdo,mas enfim só em tabira mesmo para acontecer uma coida dessas,gostava de ouvir a radio cidade agora ela perdeu uma ouvinte,é vergonhoso a politicagem feita na cidade de tabira não voto mas em tabira mas tenho meus pais morando ai ,torço pelo desenvolvimento da minha terra,parabens a esse blog por tão grande trabalho.

  5. Isso prova que essa emissora não tem como primazia pela informação a população e a prestação de serviços, mas sim, uma emissora parcial, que apenas vê o lado político…
    Isso é o que??? DITABRANDA??
    Segundo a matéria ” As ilhas de independência na emissora continua sendo o programa apresentado pelo radialista Anchieta Santos e o Frente a Frente, com Magno Martins, gerado de Recife. As informações são de Nill Júnior” Porque só quem tem liberdade de acesso a informação é Anchieta Santos (nada contra, apesar do diploma)?? Será que Junior Alves não é capaz o suficiente de fazer sua pauta, acho que não…
    e o pior: porque vetar uma entrevista com a secretária de cultura do município?? Jogo político?
    Ok então…
    quer dizer que o joguinho é superior a informação, a prestação de serviços a uma sociedade?
    Ótimo!
    No artigo quinto da Constituição Federal, em seu inciso IV diz: “É LIVRE A MANIFESTAÇÃO DE PENSAMENTO, SENDO VETADO O ANONIMATO”,
    Como diz o jornalista José Ivan Dias, a rádio perde um profissional capacitado, compromissado que é Junior Alves, e ainda acrescento: com esses gesto de CENSURA a emissora está deixando de ser uma prestadora de serviços a população tabirense para se juntar a esse joguinho.
    Como radialista, como profissional de cominicação, como estudante de jornalismo, como cidadã tabirense (embora não tenha nascido aqui) que deseja o crescimento da cidade e da mente das pessoas que aqui mora, eu repudio o veto dessa entrevista e presto solidariedade ao companheiro Junior Alves.
    Parabenizo desde já o BLOG TABIRA HOJE pelo ato de imparcialidade ao publicar essa matéria.
    Abraços a todos tabirenses, que Deus ilumine nossas vidas!
    Rafaella Gomes

  6. júnior vc mostra que tem palavra. esta briga politica nois ovinte foi quem perdino o grande radialista que enpresario este que dis amar tabira.

  7. esse fato é a cara de TABIRA MESMO, METADE DE SUA POPULAÇÃO, so da prioridade as festas mesmo, veja ai qual foi o motivo do veto na EMISSORA POLITIQUEIRA?? e como foi postado ai, essas coisas so acontencem em tabira, por isso a cidade ta como ta.

    Vejo cidades menores, como carnaiba, e ate mesmo sertânia, que tava parada no tempo e hj voltou a crescer, enquando vcs mesmo de tabira nao mudar o quadro político de tabira, e nao procurarem políticos novos, a cidade vai ficar como ta, briguinha de PODER.

  8. É bom lembrar que a rádio é uma concessão pública. Por esse motivo, se a prefeitura entrar na justiça alegando que não tem acesso à mesma, a Rádio Cidade FM poderá ser penalizada. Concessão pública tem tempo e prazo de validade. Cuidado para não enteciparem esse tempo e essa validade.

  9. É bom lembrar que a rádio é uma concessão pública. Por esse motivo, se a prefeitura entrar na justiça alegando que não tem acesso à mesma, a Rádio Cidade FM poderá ser penalizada. Concessão pública tem tempo e prazo de validade. Cuidado para não enteciparem esse tempo e essa validade….ANATEL NELA!

  10. ele está mais do que certo…
    gente que tem duas palavras ñ merece ter amisades como a de junior alves ñ..
    parabéns júnior, vc mostrou que tem muita perssonalidade…

  11. A unica radio politiqueira de Tabira é a comunitaria que o propio prefeito tem um programe na mesma, Paulo nunca foi politico e tomara Deus que ele nunca seja candidato a nada, até porque quem deixa as suas obrigaçães para dar plantão em prefeitura é moda na região quebrar.

  12. O Proprietario da Radio Cidade tentou denegrir a Imagem de junior alves so porque ele convidou a secretaria de turismo para divulgar a programação da festa, nem por isso a festa não vai ser realisada. vai sim vamos dar a carga toda, e 24 de junho temos o arriá do dincão não se esqueça.e 15 de agosto a festa da padroeira com super bandas.te juro como não é casca e nó com todo respeito a banda. Calcinha Preta outras.

  13. Parabêns Júnior,vc provou que em Tabira ainda existe gente de palavra e principalmente caráter,o que eles querem é puxa sacos e isso sei muito bem que vc não é,um pai de família trabalhador que deu um exemplo e tanto de caráter a sua família.Parabêns mesmo!!!

  14. PAULO MANU ACERTOU EM CHEIO NÃO DEIXAR A SECRETARIA DE CULTURA DIVULGAR DE GRAÇA AS FESTAS DA PREFEITURA A RADIO É PARTICULAR…………COMERCIAL NUM É PUBLICA NAÕ.

  15. senhor lulinhaaaa td bem que a rádio seja particular , mas por que o proprietário dissi no inicio de que a rádio seria aberta a todas as correntes e tendências de nossa cidade> será que ele ja esqueceu do que dissi???ou não tem palavra de homem??? Melhor mesmo é denuciar -la a ANATEL E VAMOS VER O QUE VAI DAR!!

  16. SO NÃO ENTENDO POR QUE O PROPRIETÁRIO PERMITIU O ANCHIETA SANTOS CONVIDAR O PREFEITO, E NÃO PERMITU QUE CANVIDASSE A SECRETÁRIA DE CULTURA E TURISMO.KKKKKKKKKKK ELE QUANDO NÃO É 8 É 80!!!!!!
    E QUER ASSUNIR UM CARGO PÚBLICO!!!! SERARARARARARARARARA!!!!!!

Deixe uma resposta