Jovem tabirense presa em Arcoverde largou emprego de carteira assinada para entrar no tráfico

Giselly trabalhava na Rede de Postos Nogueirão em Tabira. Segundo informações, era de confiança e atuava no setor administrativo da empresa onde tinha a carteira assinada.

Dois jovens, incluindo uma tabirense, foram presos na tarde desta terça-feira (22) na cidade de Arcoverde, sertão de Pernambuco, após serem flagrados com uma grande quantidade de maconha.

Agentes do Departamento de Repressão ao Narcotráfico (DENARC) de Garanhuns, coordenados pelo Delegado Paulo Bicalho, receberam informações de que uma excessiva quantidade de maconha seguiria de Arcoverde para ser entregue em Garanhuns.

Os policiais, após o detalhamento das informações, seguiram para a cidade do cardeal, onde localizaram em um estacionamento de supermercado o veículo Gol, cor cinza, placa OHX-7853, ocupado pelos suspeitos.

O carro foi abordado e no banco do passageiro foi encontrado todo o entorpecente. Cerca de 27 quilos de maconha embalada em tabletes.

Julianderson Nunes de Lima, de 25 anos e Giselly Ferreira da Silva Lima, de 24 anos, receberam voz de prisão no momento do flagrante e foram levados para delegacia de Arcoverde.

Os acusados passarão por audiência de custódia nesta quarta-feira (23).

Giselly trabalhou cerca de três anos na Rede de Postos Nogueirão em Tabira. Segundo informações, nunca apresentou um comportamento estranho na empresa. Era de confiança e atuava no setor administrativo da empresa onde tinha a carteira assinada e tempo atrás pediu demissão.

A polícia agora investiga para identificar quem receberia a droga em Garanhuns.

Deixe uma resposta