Governo castiga na marcação de exames em Tabira

A propaganda do governo da prefeita Nicinha Melo diz que a população agora tem saúde, mas na prática o que se ver é uma realidade bem diferente.

O Programa Cidade Alerta desta terça-feira (31) recebeu diversas mensagens de ouvintes se queixando que tentaram marcar exames como ultrassonografia através de suas unidades básicas de saúde e até agora nada conseguiram.

Os casos apresentados são os mais diversos e vão de seis meses até um ano de espera pela realização dos exames. As queixas foram contra os postos do Bairro Vermelho, Bairro de Fátima e Borborema.

“Se fosse uma questão de vida ou morte, eu já tinha morrido há muito tempo”, lamentou uma ouvinte que há seis meses espera pela marcação de uma ultrassonografia vaginal.

Deixe uma resposta