Gente com jet-ski na garagem tinha ligação de água clandestina, em Tabira

O Gerente de Unidade de Negócios da Compesa, Gustavo Serafim, falou ao Programa Cidade Alerta, da Rádio Cidade FM, desta sexta-feira (23) e trouxe mais detalhes das ações de fiscalização que culminaram com vários flagrantes de ligações clandestinas de água no município de Tabira.

Segundo disse o gerente, o volume de ligações desse tipo tem sido muito alto e isso prejudica o abastecimento, além de ser crime. Em aproximadamente nove dias de fiscalização intensa, foram encontradas mais de 130 ligações clandestinas.

Situações em que o consumidor violou o hidrômetro, desviou água do hidrômetro ou não foi solicitada à companhia de saneamento se encaixam na clandestinidade.

Gustavo trouxe detalhes das situações flagradas e disse que encontraram ligações clandestinas em casas com cisternas na calçada com capacidade para 50 mil litros, casas com piscinas e até com jet-ski na garagem. “Não se trata de população carente”, disse o gerente.

“Essa fiscalização começou em maio e vai até o fim do ano e nós pretendemos eliminar cerca de 400 ligações desse tipo até lá”, afirmou Gustavo que também incentivou a população para ajudar a Compesa com denúncias através dos seus canais onde preserva o sigilo da fonte.

Deixe uma resposta