Estado atrasa salário de terceirizados no Sertão

regional_afogadosBlog do Magno

Servidor terceirizado no Sertão do Pajeú é tratado com descaso pelo Governo do Estado e a União. Vigilantes que prestam serviços aos Correios e Telégrafos na região, através da empresa Mandacaru, por exemplo, estão com seus salários em atraso de três meses, sem direito também a ticket refeição.

Já os prestadores de serviços no Hospital Regional Emília Câmara também não sabem o que é salário em dia há dois meses. Ali, se instalou um clima de tensão e apreensão com a boataria de que o Estado, diante da crise nacional, estaria decidido a demitir grande parte dos servidores sem vínculo com o Estado.

Há notícias de que, além de não pagar em dia, as empresas terceirizadas que prestam serviços ao Estado na área de saúde também iriam cortar o direito do trabalhador aos vales refeições. A crise no hospital regional é tamanha que para ter acesso ainda as refeições os contratados teriam que levar seus talheres de casa. Que horror!

Deixe uma resposta