Em nota Nelly Sampaio se defende e diz que suas contas 2020 foram aprovadas com ressalvas pelo TCE

Após a veiculação da matéria de que Primeira Câmara do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), julgou, na última terça-feira (5), a Gestão Fiscal realizada na Câmara Municipal de Tabira, referente ao exercício financeiro de 2020, a ex-vereadora e ex-presidente do Poder Legislativo tabirense, Dra. Nelly Sampaio Brito, entrou em contato com o Blog Tabira Hoje.

Em nota, a odontóloga afirma que suas contas foram aprovadas com ressalvas, sendo apenas solicitado pelo TCE um melhor controle de gastos com combustíveis. Ainda de acordo com Nelly, a gestão fiscal julgada irregular tem como interessado o atual presidente Djalma Nogueira Sales, que inclusive foi multado no valor de R$ 9.183,00, previsto no artigo 73 da lei estadual nº 12.604.

Confira a nota:

Bom dia Felipe. Venho por meio desta esclarecer alguns fatos acerca da notícia que tive minha gestão julgada irregular. Neste sentido, é imperativo esclarecer que minhas contas de 2020 realmente foram alvo de auditoria especial, porém o TCE no dia 05 de julho, às 10h da manhã, julgou regular com ressalva. Não tive contas rejeitadas, frustrando alguns que ainda estão no tempo do quanto pior melhor.

Aos que se interessarem, podem entrar no site do tce.pe e confirmarem o que falo. Sempre tive minha vida pautada em fazer as coisas com muito zelo, especialmente a coisa pública. Importante salientar ainda que na minha gestão, a casa Eduardo Domingos de Lima recebeu premiação como a câmara mais transparente do Pajeú e do estado.

Grata pelo espaço!
Nelly Sampaio
Ex-presidente da Câmara de Vereadores de Tabira

Deixe uma resposta