Eleição em São José do Egito

Na vizinha terra dos irmãos Batista, durante a disputa pelos votos, havia uma eleição paralela, a de candidato com nome mais “diferente”. Prato de Papa e Doido de Zé Vicente, como já foi mostrado nesse blog, disputavam uma vaga na câmara com outros como Beto de Marreco.

Como remédio prá doido é outro na porta, tinha também Nalvinha de Doido, que por sinal, perdeu o juízo na hora de votar e votou em outro, já que não teve nenhum voto. Nem o Carlos Professor teve voto, nota zero prá ele.

Quem zerou também no painel foi o Josimar do Carro de Som, mesmo com uma arma de campanha no nome. Painha teve os votos dos muitos filhos, mas não conseguiru se eleger e Belo Leão fez feio com seus 77 votos.

Deixe uma resposta