Diretor da iluminação comemora chegada de material, mas reconhece que prefeitura levou prejuízo comprando outro de péssima qualidade

“O material que era utilizado, de vapor sódio e metálico, era de má qualidade”, assume Diretor

O diretor da Iluminação Pública de Tabira, Remo Soares, falou ao programa Cidade Alerta, da Rádio Cidade FM, desta terça-feira (25) e reconheceu que a cidade está na escuridão e disse que o seu setor tem atualmente uma demanda altíssima para resolver.

Segundo ele, um levantamento foi feito na zona urbana e foram detectados 147 postes com lâmpadas apagadas nos mais diversos setores do município. Remo comemorou o fato de ter recebido na última sexta-feira o material que precisava para trabalhar.

Também disse que a prefeita Nicinha Melo atendeu uma solicitação sua que era de adquirir lâmpadas em led, material que é utilizado hoje em dia pela maioria das prefeituras. Conforme disse o diretor da iluminação, o material que era utilizado, de vapor sódio e metálico, era de má qualidade.

“Desde quando eu entrei na direção, teve canto de trocar a lâmpada três vezes no ano”, afirmou Remo Soares acrescentando que as lâmpadas eram de péssima qualidade e que durante 1 ano a prefeitura chegou a levar prejuízo adquirido esse tipo de material.

Remo disse que o cronograma de ações de sua equipe começou pela zona urbana e depois irá para a zona rural logo após um mapeamento que será feito por lá para identificar os pontos escuros. “Até sexta-feira eu quero tirar Tabira da escuridão e deixar a cidade iluminada”, afirmou Remo Soares.

Deixe uma resposta