Criticado pela oposição, Paulo Câmara faz repasse milionário à Saúde; saiba valor e destino do recurso

Governador Paulo Câmara fez pronunciamento após enviar reforço policial a Porto de Galinhas

Em meio às críticas recentes da oposição, relacionadas à situação da Saúde em Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) destinou nesta semana um repasse de R$ 52 milhões ao Fundo Estadual de Saúde – FES-PE, segundo informações do JC.

O crédito suplementar, aberto através de decreto assinado nessa terça-feira (24) e publicado no Diário Oficial nesta quarta (25), prevê a seguinte distribuição dos recursos:

  • R$ 5.589.448,00 para ampliação da cobertura estadual de assistência pré-hospitalar móvel – SAMU
  • R$ 3.275.233,00 para garantia da oferta de procedimentos de média e alta complexidade ambulatorial e hospitalar – transferência a consórcios, hospitais de ensino, municípios e União
  • R$ 13.806.366,00 para qualificação da atenção primária
  • R$ 29.874.837,00 para aquisição de medicamentos e insumos farmacêuticos

Além do registro de mortes de bebês, relacionada à alta na fila por Unidades de Tratamento Intensivo, recentemente o teto do Hospital da Restauração voltou a apresentar problemas.

Recentemente, Raquel Lyra (PSDB), pré-candidata ao Governo de Pernambuco, cobrou do governador Paulo Câmara ações para “salvar o Hospital da Restauração. A tucana também se posicionou sobre o caso dos bebês.

“São reflexos de uma questão crônica, fruto da total ineficiência deste governo que não prioriza a saúde infantil. Faltam gestão da rede, estrutura adequada e condições de trabalho para médicos e profissionais de saúde, o que dificulta a interiorização da assistência especializada em pediatria em todo o estado, reduzindo o acesso ao atendimento e superlotando as unidades do Recife”, disse Raquel.

Problemas estruturais são vistos, inclusive, na parte externa do Hospital da Restauração (HR)

Em tempo, também nesta semana, Laura Gomes (PSB) saiu em defesa do governador: “A candidata Raquel Lyra pode canalizar sua ‘apreensão’ com o Hospital da Restauração para as mães caruaruenses enganadas por ela, na sua despedida da gestão da cidade”.

A ex-deputada estadual afirma que a ex-prefeita de Caruaru inaugurou às pressas a Maternidade Municipal Santa Dulce dos Pobres, com promessa de atendimento para 1.700 gestantes por mês. Segundo a socialista, 54 após a inauguração, a maternidade não fez nenhum parto.

Deixe uma resposta