Corte orçamentário não vai paralisar governo, afirma Dilma

dilmaA presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira (21) durante entrevista no Palácio do Planalto que o governo não vai parar devido ao corte orçamentário a ser anunciado nesta sexta (22), informa o Globo.

Segundo estimou o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, o corte no Orçamento 2105 da União ficará entre R$ 70 bilhões e R$ 80 bilhões. O Orçamento deste ano prevê receita líquida de R$ 1,2 trilhão (21,9% do PIB) e despesas primárias totais – sem contar gastos com juros e amortização da dívida – de R$ 1,1 trilhão (20,9% do PIB).

“Nenhum contingenciamento vai paralisar o governo”, declarou a presidente após encontro com o colega uruguaio, Tabaré Vázquez. Segundo ela, o bloqueio de recursos é como uma economia feita em casa para se pagar contas.

Dilma não quis antecipar qual será o tamanho do corte, mas reafirmou que será “adequado”.

“O governo fará na sexta o anúncio sobre seu contingenciamento. Tem gente que acha que o  contingenciamento do governo vai ser pequeno. Não vai. Vai ser um contingenciamento, e dou o conceito, não o número: não tão grande que não seja necessário nem tão pequeno que não seja efetivo, que não provoque nada. Tem de ser absolutamente adequado. Nenhum contingenciamento paralisa governo. O governo gasta menos em alguma coisa. É isso”, disse a presidente.

Deixe uma resposta