Claudicéia Rocha se mostra confiante na vitória para presidir a Câmara de Tabira

Radar do Sertão

A advogada Claudicéia Rocha, vereadora eleita em Tabira na última eleição, falou ao Programa Show da Tarde, da Rádio Cultura FM, nessa segunda-feira (26). Sobre o pleito, disse que merecem um “puxão de orelhas” os dissidentes do PSB que não caminharam com Zé de Bira e aderiram ao palanque da candidata Nicinha.

“Na política tudo pode acontecer. Eu estive sempre com o PSB e fui 40 até o fim”, disse a advogada enaltecendo a sua postura de fidelidade à legenda. Claudicéia confessou que temeu sua candidatura ser prejudicada por conta da morosidade do partido em apresentar candidato a prefeito.

Ela também reclamou que faltou pulso e que os socialistas procuravam demais opiniões externas para resolverem as querelas internas. “Qualquer coisa já corriam para ouvir as opiniões de Patriota em Afogados da Ingazeira ou Anchieta em Carnaíba”, exemplificou Claudicéia acrescentando que se o ex-governador Eduardo Campos fosse vivo ele teria agido com mais firmeza com o PSB de Tabira.

Sobre sua eleição para presidência da Câmara, a advogada disse estar muito confiante porque o bloco da oposição é maioria e que seu registro de chapa se deu graças ao entendimento do grupo em lhe apoiar. “Naturalmente os votos da oposição serão meus e nós somos seis, então eu estou com a maioria”.

Lembrada que alguns vereadores da oposição já declararam apoio à candidata Nelly Sampaio, Claudicéia disse que tem conversado com os vereadores e que não tem conhecimento de nenhuma mudança de planos da parte deles na hora do voto. Sobre Marcos Crente ter declarado apoio à Nelly, ela disse que espera reverter essa decisão uma vez que ele, assim como ela, são os únicos parlamentares do PSB na Câmara.

Deixe uma resposta