Certidão é saída para quem não realizou biometria não perder direitos

GEDC0271

Com término do prazo para a biometria, serviço só tem previsão de ser feito novamente em novembro (Cartório da 50ª Zona Eleitoral em Tabira)

Para os eleitores que não conseguirem realizar o recadastramento biométrico, que será finalizado nesta quarta (4), ainda há uma chance para ficar em dia com a Justiça Eleitoral. A partir da próxima quinta (5), os cartórios eleitorais irão emitir certidões circunstanciadas para aqueles que não fizeram as mudanças no título de eleitor a tempo. Com isso, o eleitor não será prejudicado em concursos, nos empregos e na concessão de benefícios sociais, como o Bolsa Família.

De acordo com o assessor da corregedoria do TRE, Orson Lemos, o documento pode ser solicitado por quem não conseguiu fazer o recadastramento biométrico ou não realizou uma alteração necessária no título. “Para emitir esse documento, o eleitor precisa levar identidade, CPF, título de eleitor e a justificativa de um órgão que esteja solicitando o título, como uma faculdade ou uma banca examinadora de concurso”, explica.

Ainda de acordo com Lemos, a certidão circunstanciada é emitida unicamente no cartório eleitoral de cada eleitor e é redigida de acordo com cada situação. “Esse documento devolve a chance de se inscrever em concursos públicos ou participar de outras atividades que exijam o título, mas não dá o direito de votar na próxima eleição”, afirma Lemos. O assessor reiterou que o prazo para emissão de 2º via será estendido até 22 de setembro próximo.

20160504_085532Para suspender o cancelamento do título, o eleitor deve procurar os cartórios eleitorais somente após as eleições de 2016, marcadas para o mês de outubro. Segundo previsão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), a normalização do documento deve ser feita a partir de novembro e, nesse mês, o eleitor poderá fazer o cadastramento biométrico e demais alterações no título.

Deixe uma resposta