Casos de dengue já superam total de 2014

degueEm menos de quatro meses, a frequência de adoecimento dos pernambucanos por dengue já ultrapassou a de todo o ano passado. Nos 12 meses de 2014, 17.351 pessoas apresentaram sintomas da doença. De janeiro até o início de abril de 2015 já chega a 22.324 o número de doentes contabilizados pela Secretaria Estadual de Saúde, informa o JC Online.

De acordo com a coordenadora estadual de Combate à Dengue, Claudenice Pontes, o aumento em relação ao mesmo período do ano anterior é de 433,9% e a tendência é as notificações aumentarem, com a maior divulgação da enfermidade. No último dia 22 de abril, a secretaria emitiu um comunicado alertando médicos e outros profissionais de saúde para que considerem como suspeitos de dengue todos os casos de virose com manchas vermelhas na pele.

É que está havendo manifestações atípicas da doença e isso vem confundindo médicos das emergências, que acabam suspeitando de rubéola, sarampo e febre chicungunha. Depois de uma investigação iniciada no mês passado, epidemiologistas têm constatado, a partir de exames laboratoriais, que se trata mesmo é de dengue. Já houve dois casos em que se comprovou até co-infecção, ou seja, o doente infectado por dois vírus de dengue ao mesmo tempo.

“Os estudos têm mostrado que não há outro arbovírus (vírus transmitido por mosquito) em circulação no Estado”, explica Claudenice. Esse monitoramento que as autoridades sanitárias estão fazendo deve ajudar o Ministério da Saúde a compreender o fenômeno observado em outros Estados do Nordeste também. Claudenice pede para que os médicos notifiquem os casos suspeitos de dengue. “Isso é importante para que possamos direcionar as ações de combate”, destaca.

Deixe uma resposta