Beija-Flor é campeã do Carnaval do Rio de Janeiro

beija_flor_campea_2015

A escola da Baixada Fluminense venceu apesar da polêmica que cercou seu enredo, sobre o país africano Guiné Equatorial.  Segundo reportagem do jornal O Globo, a agremiação recebeu R$ 10 milhões do país para colocar o samba “Um griô conta a história: um olhar sobre a África e o despontar da Guiné Equatorial. Caminhemos sobre a trilha de nossa felicidade” na Sapucaí, informa a Época.

A Guiné vive um regime ditatorial há 35 anos, sob o governo de Teodoro Obiang Nguema Mbasogo, de 72 anos. O embaixador do país no Brasil, Benigno Pedro Matute Tang, nega que o governo tenha incentivado a escola financeiramente, segundo a Época NEGÓCIOS.

A escola abriu o desfile com uma comissão de frente sem grandes inovações. Bailarinos trajados como guerreiros, que carregavam lanças e máscaras simulando escudos e formavam árvores na avenida. Logo atrás, o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira, Claudinho e Selmynha, comemoravam 20 anos de desfile.

Mais uma vez, o samba foi entoado pela voz de Neguinho da Beija-Flor,que completa 40 anos de escola. Os 3700 componentes, distribuídos em 42 alas cantavam o samba-enredo, que ganhou nota máxima dos jurados. Além disso, a escola trouxe para a Sapucaí 7 carros e 1 tripé.

Deixe uma resposta