Associação protetora dos animais de Tabira já denunciou ao Ministério Público que servidores dos municípios de Tabira e Afogados apreendiam jumentos para o abate

A presidente da Associação Amigos dos Animais, Diana Queiroz, esteve falando ao Programa Cidade Alerta, da Rádio Cidade FM, nesta quarta-feira (8) e comentou o polêmico vídeo trazia o flagrante caso de maus tratos a animais apreendidos pela prefeitura de Tabira e presos em currais da Feira do Gado passando fome e sede.

Diana confirmou que o animal caído ao chão que aparece no vídeo havia realmente morrido e disse que não se tratava de um caso isolado, uma vez que já tinham recebido outras denúncias.

“Comunicamos ao Ministério Público, inclusive com todas as provas em vídeo e fotografia, que o servidor da prefeitura de Tabira, Louro Belo, e um de Afogados da Ingazeira estavam apreendendo jumentos para abate”, disse ela.

Apesar da comunicação feita, Diana disse que o MP, através do Dr. Romero Borja, até o momento ainda não havia se pronunciado sobre o caso.

Ele também negou uma informação dada minutos antes no mesmo programa pelo secretário de Relações Institucionais da prefeitura de Tabira, Tadeu Sampaio, que ao comentar sobre o caso do jumento no curral do gado disse que o governo da prefeita Nicinha Melo mantinha uma parceria com a associação protetora dos animais.

“Eu desconheço qualquer tipo de parceria ou convênio firmada com a prefeitura de Tabira. Nunca deram pra gente nem sequer 1 grama de ração, medicamentos ou qualquer outra ajuda”, relatou Diana.

Ao final da conversa Diana anunciou que através do deputado Túlio Gadelha a associação irá participar de uma votação pelo Instagram para conseguir uma unidade móvel de castração. Ela convocou a população de Tabira e da região para votarem através de um link que será disponibilizado a partir do dia 16.

Deixe uma resposta