As imagens do algaroba

Após lerem a notícia da retirada de um pé de algaroba na praça principal de Ingazeira pelo atual prefeito Zé Veras, internautas mandaram imagens do “crime”.

A árvore ficava em frente ao Projeto agente jovem e beneficiava com sua sombra um quiosque cujo proprietário, Valmir “votou contra” o atual governante. O curioso é que um dos patrocinadores do trailer era o candidato de Zé Veras Mario Viana Filho.

O proprietário perdeu muitos clientes, pelos menos os de hábitos diúrnos e hoje o toco não serve nem de mesa para os frequentadores do local.

6 pensou em “As imagens do algaroba

  1. Amigo George,fiquei estarrecido com essa notícia.Como um gestor público faz ou autoriza tamanha barabaridade ???Sugiro aos ambientalistas que ministrem uma aula
    de Educação Ambiental em frente ao
    tronco da indefesa árvore.

  2. A atitude do prefeito Zé Veras foi abominável entretanto, nada tem de “crime ecológico” como sugerem os “ecologistas e ambientalistas” de plantão. A algarobeira é planta exótica, não é da flora nativa, portanto, seu corte não constitue crime segundo as leis ambientais em vigor. Agora que foi uma tremenda safadeza do prefeito, com certeza foi e merece todo o repúdio.

  3. Na matéria a palavra crime está entre aspas. E usei esta palavra como “gíria”, já que não é crime pela lei escrita pelo fato da árvore ser exótica (nativa nos Andes peruanos), mas sim pelas leis dos costumes, pelo fato dela fazer sombra nas áreas urbanas e por esta sombra foi assassinada brutalmente pelo fato dela, a sombra, beneficiar um eleitor contrário ao prefeito.

  4. George, o reparo que fiz foi apenas para o equivoco dos ditos ambientalistas pois, de todo modo, a atitude do Zé configurou várias condutas delituosas, a escolher, por exemplo: 1)abuso de autoridade 2)abuso de poder 3)dano ao patrimônio público 4)incontinência de conduta 5)rixa – etc e etc

  5. Amigo george e povo da minha querida cidade de INGAZEIRA,cortaram o algoraba,mas não mudou em nada a conciência do povo ingazeiraense.
    os numeros mostraram no ultimo dia 05/10/08 graças a DEUS!
    Já no caso da algarobeira é lamentavel uma pobre árvore sofrer tanto por pessoas sem comprometimento com o bem estar do povo ingazeirense e principalmente com uma árvore que a quase 40 anos ficava quieta em seu lugar,nunca machucou niguém.
    Destruiram seus braços mas não destruiram o seu CORAÇÃO.
    Tu vai brotar denovo porque tu resiste a todas as estações do ano,não é um mal feitor que vai acabar com a tua gloria.

Deixe uma resposta