Área do 23º BPM já registra 27 homicídios em 2022; São José do Egito lidera ranking da violência seguida de Tabira

Por Erbi Andrade

Luciano Marques dos Santos, 45 anos, ex-presidiário foi a 4ª vítima de assassinato em Tabira, no meio da tarde da última segunda-feira (25). Ele também se tornou a 27ª pessoa a ser morta na Área Integrada de Segurança – AIS 20, que compõe as cidades de Afogados da Ingazeira, Carnaíba, Quixaba, Iguaracy, Ingazeira, Solidão, Tabira, Santa Terezinha, Tuparetama, São José do Egito, Brejinho e Itapetim.

Das 12 cidades que formam a área integrada de segurança, 4 ainda não registraram homicídios neste ano de 2022, Ingazeira, Brejinho, Quixaba e Carnaíba.

As outras 8, tem 27 assassinatos, com destaque negativo para São José do Egito, que já teve 11 crimes violentos letais intencionais até agora e representa 40% do total desse tipo de crime na área integrada de segurança.

Tabira e Santa Terezinha tem 4 homicídios cada, Itapetim registrou 3 e Tuparetama 2. Já Afogados da Ingazeira, Iguaracy e Solidão houve o registro de um homicídio em cada cidade.

A AIS 20 tem os seguintes equipamentos de segurança; o 23º Batalhão de Polícia Militar, a 20ª Delegacia Seccional, a Delegacia de Polícia da 167ª Circunscrição e a 13ª Delegacia de Polícia da Mulher, todos com sede em Afogados e delegacias, companhias e destacamentos espalhados pelos outros municípios.

 

Deixe uma resposta