Análise preliminar aponta desorientação espacial do piloto em acidente com Teori, diz Aeronáutica

Informações preliminares do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) indicam que o piloto Osmar Rodrigues teve uma desorientação espacial no momento da queda que vitimou o ministro do STF Teori Zavascki e mais quatro pessoas (incluindo o próprio piloto).

A desorientação espacial nada mais é quando o piloto perde a noção do espaço do avião em relação ao solo. Como a aerovane, de modelo King Air C90, não tinha um copiloto, Uma das teorias é que o piloto teria perdido a referência visual ao fazer a curva e, com isso, tocado a asa na água. O aeroporto de Paraty não possui instrumentos de auxilio à navegação.

Essa análise inicial, possível após os áudios terem sido extraídos do gravador da cabine do avião que caiu no mar de Paraty, no Rio de Janeiro, no último dia 19, também “não apontam qualquer anormalidade nos sistemas da aeronave”.

Apesar dos indícios já coletados, a conclusão final das investigações para saber o real motivo da queda do avião King Air C90 dependerá de uma perícia técnica, principalmente nos dois motores. Um relatório preliminar deverá ficar pronto nos próximos dias.

Deixe uma resposta