“A política precisa de mais mulheres, mas não é qualquer tipo de mulher”, diz prefeita de Serra Talhada

Se tem uma das coisas que chamou atenção na passagem de Lula por Serra Talhada, foi o protagonismo da prefeita Márcia Conrado (PT). Discursou de forma coerente, inteligente e firme do começo até o fim de sua fala.

Enalteceu as conquistas que o município teve através do governo de Paulo Câmara (PSB). Reconheceu a importância de Danilo Cabral (PSB) e Tereza Leitão (PT) para a Educação do estado e o trabalho de Lula (PT) enquanto presidente nas conquistas de Serra Talhada.

Desvencilhada da sombra do ex-prefeito Luciano Duque (Solidariedade), que agora está junto a Marília Arraes em outro palanque, Márcia Conrado assumiu definitivamente o seu papel de líder na capital do xaxado.

Foi leal quando não se redimiu aos convites de outras siglas e abraçou o projeto do PT, o seu partido, junto ao PSB na luta para eleger Danilo Cabral. A lealdade da prefeita foi efusivamente reconhecida no discurso de Sílvio Costa.

“A política precisa de mais mulheres, mas não é qualquer tipo de mulher”, afirmou Márcia Conrado em seu discurso que, certamente, deixou muitas mulheres cheias de orgulho e na certeza que, através dela, estão muito bem representadas.

Deixe uma resposta