José Dirceu é condenado a 23 anos de prisão em ação da Lava Jato

lava_jato-triplo_x-depoimentos_paulo_lisboa_estadao_conteudoA Justiça Federal condenou, nesta quarta-feira (18), o ex-ministro José Dirceu a 23 anos e três meses de prisão por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa. Esta é a primeira condenação dele em uma ação da Operação Lava Jato. Cabe recurso. Outras dez pessoas também foram condenadas no mesmo processo.

O juiz Sérgio Moro ainda decretou a renovação da prisão preventiva de Dirceu e nova prisão preventiva de Fernando Hourneaux de Moura, que foi solto após firmar acordo de delação premiada. Conforme a Justiça Federal, ele já foi preso.

José Dirceu já havia sido condenado no processo do mensalão a 7 anos e 11 meses por corrupção ativa. Ele foi considerado chefe de esquema de compra de votos de parlamentares para favorecer os primeiros anos do governo Lula. O ex-ministro foi preso em novembro de 2013 e passou a cumprir o regime semiaberto, com permissão para trabalhar fora. Em novembro de 2014, após cumprir um sexto da pena, foi para o regime aberto com prisão domiciliar.

Pela Lava jato, o ex-ministro foi preso em agosto de 2015 na 17ª etapa da operação, batizada de Pixuleco. A denúncia do Ministério Público Federal (MPF) foi aceita em setembro do ano passado e envolve atos ilícitos praticados na diretoria de Serviços da estatal, abarcando 129 atos de corrupção ativa e 31 atos de corrupção passiva, entre 2004 e 2011.

LISTA DE CONDENADOS E PENAS

– Gerson de Mello Almada – ex-vice-presidente da Engevix – corrupção ativa e lavagem de dinheiro – 15 anos e seis meses de prisão em regime inicial fechado.

– Renato de Souza Duque – ex-diretor da Petrobras – corrupção passiva – 10 anos de prisão em regime inicial fechado.

– Pedro José Barusco Filho – ex-gerente da Petrobras – corrupção passiva. Pena de 9 anos de prisão em regime inicial fechado. A condenação foi suspensa por conta do acordo de delação premiada, que tem pena máxima estipulada em 15 anos. Barusco já foi condenado em outra ação.

– João Vaccari Neto – ex-tesoureiro do PT – corrupção passiva – 9 anos de prisão, regime inicial fechado.

– Milton Pascowitch – operador – corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa – 20 anos e dez meses de reclusão. Como tem acordo de delação, ele vai ficar em prisão domiciliar até 21 de maio, com tornozeleira. Depois, até 21 de maio de 2017, deve cumprir regime semi-aberto diferenciado (prisão  com  recolhimento  domiciliar  nos  finais  de  semana  e  durante  a  noite,  com tornozeleira  eletrônica).

– José Adolfo Pascowitch – irmão de Pascowitch – corrupção ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa – 19 anos de prisão. Ele também tem acordo de delação e deve cumprir regime aberto diferenciado.

– José Dirceu de Oliveira e Silva – ex-ministro – corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa – 23 anos e três meses de prisão em regime inicial fechado.

– Fernando Antônio Guimarães Hourneaux de Moura – lobista – corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa -16 anos e dois meses de prisão em regime inicial fechado.

– Luiz Eduardo de Oliveira e Silva – irmão de Dirceu – lavagem de dinheiro e organização criminosa – 8 anos e nove meses de prisão, regime inicial fechado.

– Júlio Cesar dos Santos – ex-sócio da JD Consultoria – lavagem de dinheiro e organização criminosa – 8 anos de prisão, regime inicial fechado.

– Roberto Marques – ex-assessor de Dirceu – organização criminosa – 3 anos e seis meses de prisão em regime inicial aberto.

“Antes de atacar os colegas, é bom cuidar da sua alta rejeição”, dispara Prefeito Arquimedes contra Sebastião Dias

20141211_103604“A afirmação de Sebastião Dias (PTB) em citar como oportunista quem não se posicionou contra ou a favor do impeachment, foi muito infeliz”, assim começou a sua defesa o Prefeito de Itapetim, Arquimedes Machado (PSB), diante das críticas do gestor tabirense. Falando a Rádio Cidade FM nesta terça-feira (17), ele disse não ter histórico de oportunista.

Lembrou o apoio ao ex-governador Eduardo Campos na disputa governo do estado, quando este patinava entre 3 e 5% nas pesquisas. Sobre o Governo Dilma, o Prefeito de Itapetim disse que o pais ficou com a economia estagnada. 11 milhões de desempregados em 2015, indústrias quebrando, lojas fechando, 70% da população brasileira rejeitando o governo.

Arquimedes disse ter posição sim, favorável a realização de nova eleição e pela governabilidade. Já que parece não ser possível, deseja que o governo Temer dê certo, pois pior do que estava não pode ficar. E daí partiu para o ataque contra Sebastião Dias. Sem citar o nome do Prefeito Tabirense, Arquimedes disparou.

“Antes de criticar os colegas, o prefeito tem que cuidar da sua casa que é Tabira, pagando fornecedores, funcionários e prestadores de serviço em dia e cumprir as promessas de campanha. É importante ele cuidar das obras inacabadas na cidade. E continuou Arquimedes, é bom o prefeito que ataca os outros, olhar sua rejeição altíssima, antes de sonhar com reeleição”, completou o Prefeito de Itapetim.

Anchieta Santos

Culminância do dia nacional do combate ao abuso e exploração sexual de Crianças Adolescentes aconteceu na manhã de hoje em Tabira

1

A prefeitura de Tabira realizou na manhã desta quarta-feira,18, a culminância dos trabalhos desenvolvidos nas escolas e nas comunidades a respeito do Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, sob o lema: Proteger é Coisa Nossa.

O evento aconteceu na Praça Gonçalo Gomes e contou com a participação de crianças das escolas estaduais, municipais, do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, Conselho Tutelar, CREAS, CRAS I e II, Coordenadoria da Mulher, Programa Bolsa Família, Agentes Comunitários de Saúde (SCFV), grupo Os Desbravadores e demais pessoas que aproveitando o dia de feira e puderam prestigiar o trabalho.

As crianças participaram ativamente com a apresentação de peça teatral organizada e demonstrada pelos alunos do SCFV, produção de cartazes e mensagens diversas.

 A Coordenadora do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (CREAS) Márcia Patrício, agradeceu a todos pelo empenho e colaboração das escolas e da comunidade nas atividades que foram realizadas ao longo das semanas que antecederam a culminância do projeto.

 “Fizemos várias atividades extras, envolvendo as escolas e toda a comunidade, para podermos chegar ao dia de hoje e realizarmos com sucesso nossas atividades. Agradeço a gestão pelo apoio e a todas as pessoas que estiveram conosco durante esta jornada de ações”, destacou a coordenadora.

3 5 (1) 5 (2) 6

Presidente do PR oficializa saída do Grupão e apoio à candidatura de Nicinha de Dinca

PicsArt_1406901800728Mais uma perda no chamado Grupão das Oposições de Tabira. O PR até então tratado como o patinho feio dos debates já tomou o seu rumo e deixou o bloco. O Grupão depois das primeiras reuniões isolou o PR da vice-prefeita Genedy e o tema sucessão se resumiu ao PSB e ao PRB.

Nesta terça-feira (17) o médico e Presidente do PR, Dr. Alan Xavier falou a Rádio Cidade FM sobre a saída do Grupão, a coligação com o PMDB de Dinca e Nicinha e a rejeição do Prefeito Sebastião Dias.

Grupão – “O Grupão começou bem. Depois faltou clareza, com o egoísmo e os projetos pessoais atrapalhando o avanço pela construção de um projeto. O PR não aceita cacique nem rei ditando as normas de uma escolha. O PR não tem mais ligação com o Grupão das oposições. Mesmo se chamado para liderar a chapa do Grupão não aceitaria, pois temos palavra”.

alan-e-dincaPR com Dinca –  “Desde o arraial do Dincão que abrimos o diálogo com o ex-prefeito. Dinca depois da cirurgia (tirou o lado ruim do coração, segundo o próprio), está aberto a ouvir as nossas propostas para melhorar a cidade. O PR se uniu a quem quer o bem de Tabira. Dinca depois da cirurgia está tão mudado que aceita que os apoiadores apresentem qualquer nome para disputar uma pesquisa com Dona Nicinha antes da homologação das candidaturas”, afirmou Alan Xavier.

PR na Vice de Nicinha –  “Entendemos que dentro do PR o nome de Genedy Brito é o mais preparado para ser vice na chapa, mas respeitamos outros nomes de outras legendas como Aldo Santana, Djalma das Almofadas, Zé da Sulanca e outros. Não é exigência do PR formar na chapa. O meu nome também não está descartado”.

Sebastião Dias e a rejeição –  “É muito alta, quase 50%, difícil de tirar em 45% dias de campanha, isso se a rejeição não crescer mais até a eleição. Fiquei com vergonha de ouvir o prefeito de Itapetim Arquimedes Machado, com toda razão, dando um carão em Sebastião. Ao invés de administrar a falta de médicos e medicamentos no Hospital, o prefeito vai atacar os colegas por causa do governo Dilma, é um absurdo”, desabafou Alan Xavier.

O coice de Dinca e o abraço de Sebastião –  “É preferível a sinceridade do coice de Dinca do que a falsidade do abraço do Prefeito Sebastião Dias. E Dinca está mudado. O PR não tem do que reclamar nas conversas mantidas com ele”.

Anchieta Santos

Posto de Saúde do Bairro Viturino Gomes em fase de conclusão

Em breve a comunidade do Bairro Viturino Gomes, em Tabira, estará recebendo seu Posto Médico – Estratégia de Saúde da Família (ESF).
A construção já entra na fase de acabamento e a previsão de entrega da obra é para o mês de junho.
Segundo o secretário de Saúde, Dr. Allan Dias, além de diminuir a despesa com aluguel o município vai proporcionar à população daquela localidade melhor atendimento, mais conforto e segurança.
“Estamos trabalhando para mudar e a mudança está visível. Ampliamos e melhoramos o atendimento à população, estamos construindo além deste mais dois novos postos de saúde no Bairro de João Cordeiro e Bairro de Fátima, estas comunidades receberão um mini hospital, e é preciso destacar que a população do Bairro Viturino Gomes terá o direito de ter seu Posto de Saúde dentro da própria comunidade, já que funcionava fora dela!” destacou o secretário Dr. Allan Dias.
Veja fotos:
2 3.1 3 4 5 6 8 9 10 11

Prêmio Cepe Nacional de Literatura com inscrições abertas até 15 de junho

logo_-_Prmio_Cepe_Nacional_2016O Prêmio Cepe Nacional de Literatura 2016 está com inscrições abertas até o dia 15 de junho. Já em sua segunda edição, o concurso, que é promovido pela Companhia Editora de Pernambuco, concede premiação de R$ 80 mil distribuídos entre os primeiros lugares das categorias romance, contos, poesia e literatura Infantojuvenil. Escritores brasileiros residentes no país ou no exterior, bem como estrangeiros naturalizados, poderão participar inscrevendo uma obra (inédita) em uma das categorias.

Com participação já confirmada de escritores de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amazonas, Goiás, Distrito Federal, Bahia, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Ceará, o Prêmio Cepe Nacional de Literatura foi criado para fomentar a cultura, estimulando a produção literária de escritores e de novos talentos de todo o Brasil. As inscrições são gratuitas. O edital está disponível no site da Companhia (www.cepe.com.br/concursos) com todas as informações e prazos do certame.

A seleção dos melhores trabalhos será feito a partir da análise de duas comissões julgadoras. A primeira, local, formada por especialistas com reconhecida notoriedade, será responsável pela pré-seleção das dez melhores obras de cada categoria. A segunda, de caráter nacional, composta por escritores de renome nacional, será responsável pelo julgamento final. O anúncio dos resultados acontecerá no dia 16 de novembro e a entrega dos prêmios em dezembro.

Em sua primeira edição (2015), o Prêmio Cepe contou com comissão local formada por Eduardo César Maia (pesquisador na área de literatura, autor de dois livros sobre o crítico literário Álvaro Lins) que fez a seleção dos dez melhores romances inscritos; Cristhiano Aguiar (contista e crítico literário) na escolha dos dez melhores livros de contos; Fábio Andrade (poeta, pesquisador e professor do Departamento de Letras da Universidade Federal de Pernambuco) na categoria poesia, além de Jussara Salazar (poetisa, editora e artista visual) na seleção dos dez melhores trabalhos de literatura infantojuvenil.

A comissão final (nacional) foi formada por José Castello (escritor, jornalista e crítico literário), Luiz Henrique Pellanda (escritor) e Anco Márcio Tenório Vieira (mestre em Teoria da Literatura, doutor em Literatura Brasileira e professor da UFPE).

Lançamentos  Os livros vencedores do Prêmio Cepe 2015 foram lançados em evento no Museu do Estado de Pernambuco, em abril passado. São eles: O grande massacre das vacas, de Sérgio Corrêa de Siqueira, de Minas Gerais (Romance); O amor que não sentimos e outros contos, de Guilherme Azambuja Castro, do Rio Grande do Sul (Contos); Elogio do carvão, de Marcus Vinícius Quiroga, do Rio de Janeiro (Poesia); e E eu, só uma pedra, de Helton Alexandre Pereira, do Ceará (Infantojuvenil).

Para ter acesso ao edital do concurso que está com inscrições abertas é só acessar o link http://goo.gl/tOx2MS

Ex-prefeito Josete atribui a familiares rompimento com Prefeito de Tabira

0d68fe082a9df6405a75373c20b74de6Pela posição que tomou de fazer oposição ao Prefeito Sebastião Dias (PTB) a quem apoiou no pleito passado, o ex-prefeito Josete Amaral (PSB) vez por outra tem que dar explicações aos aliados em Tabira. 

No último final de semana ao conversar com importante liderança da Cidade das Tradições, o médico disse que saiu do bloco de apoio, porque vários integrantes de sua família saíram antes, a exemplo do suplente de vereador Mário Amaral (irmão), que até entregou a legenda do PTB partido que presidia ao Prefeito.E os Empresários Zé Amaral (irmão) e Elias Manu (primo) que deixaram o governo anunciando até que seriam candidato a Prefeito. 

Dias depois todos esqueceram as críticas e voltaram aos braços do Poeta. Josete garantindo que não fará o caminho de volta, confirmou ter recebido a missão de encontrar um candidato para o PSB disputar e ganhar a eleição de outubro próximo.

Anchieta Santos

Prefeito de Tabira chama de oportunistas os prefeitos que não tomaram posição sobre impeachment

SAM_2636-533x400

Durante ato promovido pela Fetape e o PT em Tabira na última quinta-feira (12) o Prefeito de Tabira Sebastião Dias (PTB) atacou os gestores municipais que não se posicionaram sobre o impeachment da Presidenta afastada Dilma Rousseff (PT).

Disse o prefeito poeta, segundo áudio reproduzido pelo programa Cidade Alerta, apresentando por Anchieta Santos: “Nós temos obrigação de se posicionar. Quem ficar em cima do muro, eu digo que é um oportunista que não tem pensamento próprio e está esperando a vantagem. Se Dilma ficar, eu fico. Se Temer ficar, eu tô na boa. Isso não é posição de que tem militância que levou a cadeira de prefeito”. 

Clique: Áudio – Prefeito Sebastião Dias

Em levantamento do Blog do Nill junto aos 17 prefeitos do Pajeú, José Vanderley (Brejinho) e Arquimedes Machado opinaram sem deixar posição contrária ou favorável ao impedimento. E não se manifestaram os prefeitos Joelson (Calumbi), Delson Lustosa (Santa Terezinha) e José Patriota (Afogados da Ingazeira).

Resta saber agora o que estes prefeitos pensam da pancada dada pelo prefeito tabirense.

Além dele, já haviam criticado o ato de não se manifestar os prefeitos de São José do Egito, Romério Guimarães e de Iguaracy, Dessoles. “A abstenção não me agrada nem agrada a população. Achava que teríamos mais prefeitos contrários (ao impeachment), disse o primeiro. Dessoles disse estranhar e não concordar com quem é neutro. “Mas tenho obrigação de respeitar a posição de todos os companheiros”.

Anchieta Santos

Temer afirma na TV que não será candidato à reeleição em 2018

pmdb_temerO presidente interino Michel Temer afirmou hoje (15) que não tem a intenção de se candidatar à reeleição. Em entrevista ao programa Fantástico, da Rede Globo. Temer disse também que, se for confirmado no cargo para cumprir o mandato até 31 de dezembro de 2018, pretende reduzir o desemprego e entregar à população um país pacificado.

O presidente interino acrescentou que, caso cumpra essas tarefas, se dará por satisfeito. “Se cumprir essa tarefa, me darei por enormemente satisfeito.” Diante da insistência da repórter em questionar se ele não será candidato em nenhuma hipótese, Temer respondeu: “É uma pergunta complicada ‘nenhuma hipótese’. De repente, pode acontecer, mas não é minha intenção. E é minha negativa. Estou negando a possibilidade de uma eventual reeleição, até porque isso me dá maior tranquilidade. Não preciso, digamos, praticar atos conducentes a uma eventual reeleição. Posso até ser impopular, desde que produza benefícios para o país.”

Sobre as críticas pela ausência de mulheres nos cargos de ministros em seu governo, Temer destacou que o mais importante não é ter o rótulo de ministro. Afirmou que um dos cargos de maior destaque da Presidência da República, que é a chefia de gabinete, é ocupada por uma mulher.

Informou ainda que serão ocupados por mulheres cargos de destaque nas secretarias de Cultura, Ciência e Tecnologia e das Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos.

Centrais sindicais

Na entrevista, Temer disse ainda que vai demitir ministro que cometer irregularidades. “Se houver um equívoco, ou equívocos administrativos, e, no particular, se houver irregularidades administrativas, eu demito o ministro”, assegurou o presidente interino, que tomou posse e empossou os  novos ministros na quinta-feira (12).

O presidente interino Michel Temer deve se reunir na tarde desta segunda-feira (16) com centrais sindicais para debater propostas de mudanças na Previdência Social. O encontro está previsto para ocorrer às 15h, no Palácio do Planalto. Foram convidados a participar centrais como UGT e Força Sindical. também devem participar da conversa os ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha, da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Trabalho, Ronaldo Nogueira.

Aos 85 anos, morre em São Paulo o cantor Cauby Peixoto

ABr

Um dos maiores cantores da música brasileira, Cauby Peixoto morreu na noite desse domingo (15), aos 85 anos, em São Paulo. Ele estava internado desde o dia 9 de maio no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, na zona sul de São Paulo. Segundo o fã clube do artista, ele morreu por volta da meia-noite de ontem. O hospital informou que o cantor teve um quadro de pneumonia.

Cauby Peixoto Barros nasceu em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro, em 10 fevereiro de 1931. Cresceu em uma família de artistas. Trabalhou no comércio até começar a participar de programas de calouros no rádio, no fim da década de 40. Gravou o primeiro disco em 1951. Foi um dos grandes nomes da chamada “era de ouro do rádio” no Brasil.

Em 65 anos de carreira, teve grande sucesso com músicas como Blue Gardenia, Conceição,Mil Mulheres, Bastidores, New York, New York eNada Além.

Cauby Peixoto  estava em turnê pelo Brasil com a cantora Angela Maria.

Ainda não foram divulgadas informações sobre o velório e o enterro do artista.

Ministro de Minas e Energia se reúne em Brasília com representantes do setor

Fernando filho Agência Brasil

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, está reunido neste momento em Brasília com integrantes das associações ligadas ao setor energético. O ministro que ouvir as demandas das áreas de geração, transmissão e distribuição, além de representantes dos consumidores.

O novo ministro de Minas e Energia tomou na quinta-feira (12), em cerimônia no Palácio do Planalto, com o presidente em exercício, Michel Temer, quando prometeu montar sua equipe ouvindo representantes do setor e destacou que pretende ampliar o diálogo com o Congresso Nacional para aprovação de matérias importantes.

Fernando Coelho também disse que irá trabalhar para buscar investimentos privados para o setor. “Temos de dar previsibilidade às regras, aos contratos, porque o país vai voltar a crescer e a precisar de energia. Precisamos preparar as bases para que os investidores, nacionais ou estrangeiros, possam ter a tranquilidade de poder voltar a investir no Brasil”, disse na ocasião.

Natural de Recife, Fernando Filho é administrador de empresas e está em seu terceiro mandato como deputado federal pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB) de Pernambuco.

PT deve fortalecer oposição em Pernambuco

teresa e brunoO reordenamento do PT no Estado passará também pelo fortalecimento da oposição do partido ao PSB, especialmente no governo do Estado e na Prefeitura do Recife. É o que afirma o presidente do partido em Pernambuco, Bruno Ribeiro. Segundo ele, o que estimulou uma atuação mais enérgica foi a votação de parlamentares socialistas, na Câmara dos Deputados e no Senado, a favor do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT).

“A situação foi agravada pela posição que o PSB adotou na votação na Câmara. O PSB foi o partido que fez a diferença, rompendo com sua linha histórica, contraditório com o que viveu Arraes em 64, deram os votos que definiram a aprovação do impeachment na Câmara”, disse Ribeiro.

Ele citou o placar da votação na Câmara, onde o impeachment foi aprovado com 367 votos, 25 a mais que os 342 necessários para dar prosseguimento ao processo. “O PSB tem 33 deputados. Foi um partido que foi definidor para o início da fraude”, explicou.

Ainda de acordo com o petista, o acirramento da oposição se dará, principalmente, na avaliação dos votos do impeachment. “Vamos denunciar que o PSB, os seus deputados e seus senadores votaram para anular os 3,4 milhões de votos que Dilma recebeu em Pernambuco no segundo turno, sem haver crime de responsabilidade. Participaram com muita ênfase na ruptura e foram recompensados”, disse Ribeiro, referindo-se à nomeação do deputado federal Fernando Bezerra Filho para  o ministério de Minas e Energia. “Isso  vai custar muito á biografia do partido e dos seus membros”, acrescentou.

Bruno Ribeiro também comentou a indicação de nomes de políticos pernambucanos para os ministérios do governo interino e reiterou que o PT fará oposição. “ Nós não reconhecemos a legitimidade de governo. Oposição é uma condição muito importante numa democracia. Se perde uma eleição, passa a fazer a crítica, a fiscalização, propõe. Nesse caso, a nossa relação com esse governo, e isso repercute em Pernambuco, é de continuidade da denúncia e da resistência da ruptura à democracia. Isso vai ser também elemento importante na campanha em 2016 no Recife e no Estado todo”, completou.

De olho em 2018, PSDB e DEM já pensam em reedição da União por Pernambuco

Bruno araujo

Levados a sair da gestão Paulo Câmara (PSB), integrantes do PSDB e do DEM já falam, nos bastidores, no possível ressurgimento do mesmo grupo político que formou, lá atrás, a União por Pernambuco; agora capitaneado pelo PSDB, de olho nas eleições de 2018. O cálculo não exclui o PMDB, do deputado federal Jarbas Vasconcelos, nem uma aproximação com o bloco do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), que já teve vários atritos com o núcleo do governador e do prefeito do Recife, Geraldo Julio (PSB).

“O que se encaminha é o surgimento de um novo polo de poder. Ou você acha que PSDB, DEM e outros partidos não vão conversar para criar um novo polo político em Pernambuco? Forçadamente, o PSB vai alimentando a construção dessa frente”, alerta um tucano.

A empolgação é resultado, principalmente, das nomeações dos deputados federais Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) para os ministérios do governo Michel Temer; o que já teria modificado a correlação de forças no Estado. A hegemonia que o PSB conquistou durante a gestão Eduardo Campos não seria mais a mesma, na leitura de observadores. O desempenho da gestão Temer, que também conta com Fernando Filho (PSB) em Minas e Energia, pode ser fundamental para consolidar essa movimentação.

Na Educação e Cultura, Mendonça Filho comandará o quarto maior orçamento da Esplanada. Já Bruno coordenará obras importantes para Pernambuco, como a navegabilidade e os corredores de ônibus do Grande Recife. Só via Minha Casa, Minha Vida, o Ministério das Cidades afirma ter investido vistosos R$ 8,7 bilhões no Estado, contratando 145 mil unidades habitacionais. O cargo dá ao tucano a premissa de circular pelo interior e atrair o apoio de prefeitos.

“Essa aliança que foi formada na última eleição não mais existe no momento e dificilmente será reeditada em 2018”, afirma o deputado federal Daniel Coelho (PSDB), pré-candidato a prefeito do Recife. “Do mesmo jeito que a gente está vivendo uma transformação rápida no plano nacional. O local também vai passar por transformações. É possível um novo quadro de alianças”, adianta.

A eleição deste ano vai ter um papel importante nesse cenário. Além da Capital, onde PSDB e DEM baterão de frente com Geraldo Julio, tucanos e socialistas se enfrentam em cidades estratégicas, como Olinda, Caruaru e Cabo de Santo Agostinho. Dada como certa, a aliança em Jaboatão dos Guararapes deixou de ser martelo batido. Em Petrolina, o vice Guilherme Coelho (PSDB), agora deputado federal, não está descartado na disputa contra o PSB.

Líder da União por Pernambuco no passado, o PMDB ainda é uma incógnita. Além do presidente do partido, Raul Henry, ocupar a vice de Paulo Câmara, há um grupo de peemedebistas alinhado com Geraldo Julio e Jarbas, que já garantiu apoiar o PSB no Recife.

O ex-governador, porém, segue com prestígio em Brasília, junto a Temer, e de olho na presidência da Câmara, em 2017, quando o cargo não será mais um mandato-tampão; o que pode lhe dar ainda mais musculatura política. Quando era lembrado como candidato a prefeito, Jarbas sempre recebeu acenos de Daniel e Priscila Krause, a candidata do DEM no Recife. As informações são do Jornal do Commercio.