Governo de Pernambuco planeja sete barragens para conter enchentes

Globo.com

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara, afirmou nesta sexta (2) que o estado precisa de mais R$ 217 milhões para terminar uma barragem e construir mais duas para evitar enchentes. Essas obras se somam a de outras quatro que já vinham sendo discutidas com o governo federal, totalizando R$ 600 milhões. Para o governador, as obras das sete barragens são essenciais para evitar novos transtornos com a as chuvas e é preciso um “esforço conjunto” para viabilizá-las.

No domingo (28), em reunião com o governador, o presidente Michel Temer já havia sinalizado o repasse de R$ 383 milhões para a conclusão das quatro barragens da Mata Sul pernambucana. As novas barragens citadas pelo governador estão localizadas em Moreno e Ipojuca, no Grande Recife, e São Bento do Una, no Agreste.

Sem mencionar a quantia exata, Paulo Câmara apontou que parte do montante sairá dos cofres estaduais. “Isso é um pacote de obras em torno de R$ 600 milhões, que já temos o compromisso do Ministério da Integração de sentarmos juntos e vermos as alternativas financeiras. Evidentemente, isso vai exigir um esforço do governo federal, os deputados e senadores se prontificaram também em disponibilizar emendas. O governo do estado vai fazer sua parte tanto com recursos próprios quanto a partir de empréstimos para que a gente possa finalizar o conjunto dessas obras, que são emergenciais e necessárias”, disse.

Sobe para seis o número de mortos em Pernambuco devido às chuvas

Globo.com

O Corpo de Bombeiros confirmou na tarde desta sexta-feira (2) a morte de uma mulher devido às chuvas em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. Ela estava desaparecida desde o sábado (27). Com este caso, o número de mortos no estado subiu para seis. As outras mortes foram duas no Recife, duas no município de Lagoa dos Gatos e uma em Caruaru.

De acordo com os Bombeiros, a vítima foi localizada embaixo da Ponte Irmã Jerônima, no Bairro do Riachão. A Defesa Civil informou que a mulher foi levada pela água dentro de um carro, que foi encontrado no domingo (28).

No estado, são 31 municípios afetados, dos quais 24 estão em situação de emergência. De acordo com o último levantamento, 46.131 pessoas estão fora das residências. Desse total, 41.178 habitantes das regiões atingidas seguiram para moradia de parentes e vizinhos. Ao todo, 4.363 moradores perderam as casas e foram levados a prédios públicos.

Acidente entre carro e motocicleta deixa feridos no Recife

Globo.com

Um acidente entre um carro e uma motocicleta deixou duas pessoas feridas na manhã deste sábado (3), na Ilha do Leite, região central do Recife. De acordo com a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU), a colisão ocorreu no cruzamento da Avenida Agamenon Magalhães com a Rua General Joaquim Inácio.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 6h15 e socorreu o casal. Segundo o registro, a mulher tinha um ferimento na cabeça e o homem reclamava de dores nas costas. Os dois foram encaminhados para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Caxangá.

Os detalhes do acidente não foram divulgados. Segundo a CTTU, como houve feridos, cabe ao Instituto de Criminalística fazer a perícia para identificar possíveis causas ou responsáveis.

Estado de saúde de José Amaral é estável

Na tarde desta quinta-feira (01), o vice-prefeito de Tabira José do Amaral Alves Morato sentiu fortes dores no peito,  foi atendido no Hospital Municipal Dr. Luiz José da Silva Neto pelo médico plantonista José Severiano de Paula, e conforme exames observou-se uma alteração em sua condição física com probabilidade de infarto o que acarretou seu encaminhamento acompanhado da equipe médica para a cidade do Recife onde existem centros de referência em tratamentos de cardiopatias.

Vale salientar que Zé Amaral é hipertenso e fumante,  suas atividades profissionais são intensas, juntas essas condições podem prejudicar qualquer portador de hipertensão, e  o mesmo já vinha sentindo problemas com alterações da pressão arterial há mais ou menos um ano.

Muitos populares preocupados com o amigo buscam notícias, e em contato telefônico  com familiares que estão acompanhando Zé Amaral tivemos a informação de que o estado  de saúde de Zé Amaral é estável.

Todos na torcida por seu restabelecimento!

Mais de 50 poetas brasileiros e contemporâneos participam de coletânea de cordel

Mais de 50 escritores, sendo oito pernambucanos, tiveram os textos agrupados no exemplar que traz narrativas de diversos temas

Diário de Pernambuco

A imagem da literatura de cordel associa-se a versos curtos e cadenciados que preenchem folhetos pendurados em cordas. Deste modo, é difícil imaginar esses textos em um livro, ainda mais quando o exemplar tem 566 páginas. Esse é o formato da coletânea Cordelistas contemporâneos (Editora Veloso e Nordestina), cujo lançamento será nessa quinta-feira (1º), às 19h, no Bar Teatro Mamulengo (Rua da Guia, 211, Bairro do Recife). Com poetas das cinco regiões do país, a obra surgiu com a intenção de dar espaço a novos escritores e manter viva a cultura popular. A extensão do material justifica-se pela quantidade de participantes: mais de 50, sendo oito pernambucanos.

A ideia de criar uma coletânea nacional e independente partiu de Zeca Pereira, poeta natural da Bahia. Para ele, as compilações existentes dão pouco espaço aos artistas atuais, principalmente iniciantes. “Quis reunir a multiplicidade de assuntos que existem no Brasil e mostrar como essa arte [cordel] é frutífera entre diferentes gerações”, explicou, em entrevista ao Viver.

Os textos escolhidos não têm tema único, indo desde sátiras, a exemplo de O gato do capeta (Roberto Celestino, de Taquaritinga do Norte) até o empoderamento feminino, como é o caso de Mulher feito rapadura, com ela não tem moleza (Jennifer Amorim, do Cabo de Santo Agostinho). As narrativas interioranas são representadas pelos versos de O matuto e o celular (Wilson China, de Tabira).

Além dos poetas iniciantes, há também aqueles com mais de 20 anos de trabalho. Madalena Castro encaixa-se neste grupo. Fundadora da Sociedade dos Poetas Vivos de Olinda, escreve desde 1985 e trouxe para a edição a história de um jovem com desventuras no período do carnaval. “É um texto que brinca com as surpresas da festa”, explica.

Ao reunir influências de cada localidade, a coletânea Cordelistas contemporâneos também pode ser vista como fonte de pesquisa. O autor e cantador Wilson China destaca que o exemplar é um material interessante para o uso em escolas. “O cordel contribui para o ensino básico por ser um texto curto e tratar de diversos assuntos de forma simples. Isso atrai o jovem”, pontua.

Trecho de O matuto e o celular // Wilson China

Eu sempre fui um matuto Morava dentro do mato Celular não conhecia Nunca vi nem por retrato Minha vida foi tratar Do meu gado, bode e pato.

SERVIÇO

Lançamento da coletânea Cordelistas contemporâneo Quando: hoje, às 19h, no Bar Teatro Mamulengo (Rua da Guia, 211, Bairro do Recife) Quanto: gratuito. Valor do exemplar: R$ 50

Sebastião Dias mostra arrecadação da primeira gestão e questiona gestões do ex-prefeito Dinca

Na manhã dessa quarta-feira, dia 31 de maio, o setor de Finanças e o prefeito Sebastião Dias enviaram à Redação do Blog do Povo documento oficial que mostra os valores arrecadados com IPTU, IRRF, ITBI, ISSQN e TAXAS/FEIRAS nas gestões do ex-prefeito Dinca Brandino (2001 a 2004 e 2009 a 2012) e na primeira do prefeito Sebastião (2013 a 2016).

Segundo o prefeito Sebastião Dias, o esclarecimento à população se faz necessário porque recentemente o ex-prefeito Dinca fez comentários onde se questionava o valor das taxas arrecadadas pela atual gestão, insinuando que o governo não estaria transmitindo à população o valor real da arrecadação.

Conforme mostra a imagem acima, de 2001 a 2004, a gestão do ex-prefeito arrecadou com as taxas das feiras o valor de R$ 18.213,80 (Dezoito mil duzentos e treze reais e oitenta centavos). Somando todas as taxas supracitadas, Dinca Brandino recebeu o valor de R$ 1.160.415,45 (Um milhão cento e sessenta mil quatrocentos e quinze reais e quarenta e cinco centavos).

Na gestão do ex-prefeito de 2009 a 2012, ainda conforme dados oficiais, o seu governo arrecadou com as taxas das feiras o valor de R$ 457.331,68 (Quatrocentos e cinquenta e sete mil trezentos e trinta e um reais e sessenta e oito centavos). Somadas todas as taxas dessa gestão aparece o montante de R$ 4.223.019,19 (Quatro milhões duzentos e vinte e três mil dezenove reais e dezenove centavos).

De 2013 a 2016, período que corresponde à primeira gestão do atual prefeito Sebastião Dias, o município arrecadou com taxas das feiras o valor de 534.163,82 (Quinhentos e trinta e quatro mil cento e sessenta e três reais e oitenta e dois centavos). Somadas todas as taxas da primeira gestão de Sebastião tem-se o valor de R$ 7.365.872,55 (Sete milhões trezentos e sessenta e cinco mil oitocentos e setenta e dois reais e cinquenta e cinco centavos).

Fazendo um comparativo dos valores arrecadados observa-se que, somente das taxas das feiras, a primeira gestão do prefeito Sebastião arrecadou um valor superior aos valores somados das duas gestões do seu antecessor. Ou seja, R$ 58.618,34 (Cinquenta e oito mil seiscentos e dezoito reais e trinta e quatro centavos). Somados os valores de todas as taxas, a diferença pró Sebastião é de R$ 1.982.437,91 (Um milhão novecentos e oitenta e dois mil quatrocentos e trinta e sete reais e noventa e um centavos).

“Estou mostrando a transparência que temos através desses números. Na nossa gestão, o que arrecadamos é mostrado à população e não sonegamos informações ao nosso povo. A prova está aí. Arrecadamos muito mais que ele e isso prova a seriedade desse governo. Agora eu que faço a pergunta: para onde foi o dinheiro que ele arrecadou”, questionou o prefeito Sebastião Dias.

Fontes: os números oficiais que mostram os valores arrecadados nas gestões do ex-prefeito estão disponíveis no SISTN (Caixa Econômica Federal).

Os números oficiais que mostram os valores arrecadados na primeira gestão de Sebastião Dias estão disponíveis no SICONFI (Tesouro) e no Portal da Transparência.

Tabira adere ao Programa Novo Mais Educação para ajudar alunos com dificuldades em português e matemática

O antigo Programa Mais Educação agora se apresenta com uma roupagem nova, uma metodologia diferente e uma palavrinha a mais no nome, acrescentou-se “Novo”. Em Tabira são oito escolas da zona urbana e três da zona rural que serão atendidas pelo programa, um total de onze escolas, todas da Rede Municipal.

Cada escola dessa terá cinco horas semanais para atividade de reforço para os alunos que têm dificuldades em português e matemática e os mediadores ficarão a cargo dessas aulas. Os alunos também terão oficinas de arte, desenho, etc. Essa parte será responsabilidade dos facilitadores.

O programa ainda conta com articuladores e o coordenador geral no município, que nesse caso será a Professora Pollyana.

O Programa Novo Mais Educação atende os alunos a partir do 1º ano do fundamental I até o 9º ano do fundamental II, dando oportunidade às crianças que não conseguiram desenvolver suas atividades em suas turmas regulares. Alunos com dificuldade em português e matemática terão uma nova oportunidade de aprender.

Para a coordenadora Pollyana, o desafio será muito grande porque “fazer com que o outro aprenda primeiro de tudo é preciso ele querer”. “São alunos às vezes já desestimulados, mas nós precisamos acreditar em nosso trabalho”, disse a professora coordenadora.

Cada professor envolvido no projeto assina uma declaração confirmando que ali está mais para um serviço voluntário e tem ciência que ao final não terá vínculo nenhum com nenhuma das esferas governamentais. O programa terá duração de oito meses e nesse período os professores receberão apenas uma ajuda de custo do MEC.

CRAS I realiza encerramento do Curso de Gestantes

Na manhã desta quinta-feira (01), foi concluído o Curso de Gestantes que há três meses estava sendo promovido pela Secretaria de Assistência Social, através do CRAS I.

Diversas atividades relacionadas à maternidade foram proporcionadas às gestantes durante o curso. As participantes tiveram acompanhamento com a psicóloga e receberam orientações de enfermeiras, socorristas, entre outros profissionais especializados.

Além das palestras, no decorrer do curso, as futuras mães ganharam um ensaio fotográfico e também tiveram a oportunidade de participar de uma oficina onde produziram suas lembrancinhas de maternidade.

“Quando cheguei no CRAS aprendi com os socorristas e as enfermeiras, como ter todo o cuidado com uma criança e também como salvar a vida de um recém-nascido”, relatou a gestante Isa Nikaele.

Ao final do curso, a equipe do CRAS I ofereceu uma confraternização, onde cada participante recebeu um kit contendo produtos de higiene para o bebê.

Com Temer, o desemprego segue batendo recordes, denuncia Humberto

O crescimento do desemprego no Brasil no primeiro trimestre deste ano levou o líder da Oposição, Humberto Costa (PT), a fazer novas críticas ao governo de Michel Temer (PMDB). De acordo com os dados do IBGE, a desocupação chegou a 13,6% nos três primeiros meses.  Ao todo, 14 milhões de pessoas estão à procura de trabalho no País, um crescimento de 8,7 % em comparação aos três meses anteriores.

“O governo Temer conseguiu bater todos os recordes de desemprego no Brasil. É, sem dúvida, uma grande façanha para quem chegou ao poder dizendo que ia fazer um governo de salvação nacional. A única preocupação dele neste momento é salvar a própria pele, já que cada dia os nomes dele e de seus comparsas aparecem em um novo escândalo de corrupção”, ironizou Humberto.

O senador também rebateu as declarações de Temer sobre o “renascimento da economia”, dadas após a divulgação de dados do crescimento de 1% do PIB no primeiro trimestre do ano. “Não há motivos para celebrar dados, enquanto existem 14 milhões de pessoas desempregadas no Brasil. O governo maquia informações e quer vender uma coisa que não existe. Até o próprio IBGE pediu cautela ao governo”, afirmou o senador lembrando que, em relação ao mesmo trimestre do ano passado, o PIB encolheu 0,4%, o 12º recuo seguido. No acumulado de quatro trimestres, a economia encolheu 2,3%.

Para Humberto, a recuperação sólida do País só poderá ser feita com a escolha de um presidente por meio de eleições diretas. “O governo Temer está se segurando nas cordas e periga cair a qualquer momento em meio a tantas denúncias de corrupção. É fruto de um golpe e não possui nenhuma legitimidade, assim como o grupo dentro do Congresso Nacional que o sustenta. E é essa patota que poderá escolher um novo nome para comandar o País, em caso de eleições indiretas. Por isso, é necessário convocar o povo a decidir no voto um novo nome para colocar o Brasil de volta no eixo de desenvolvimento”, afirmou Humberto.

Danilo Cabral indica Governo de Pernambuco ao Prêmio Darcy Ribeiro

Nesta semana, o deputado Danilo Cabral (PSB) indicou o Governo de Pernambuco para concorrer ao Prêmio Darcy Ribeiro 2017. A premiação é realizada pela Comissão de Educação da Câmara dos Deputados com o objetivo de contemplar pessoas e instituições cujos trabalhos merecem destaque especial na defesa e na promoção da educação brasileira.

Membro titular da Comissão de Educação, Danilo Cabral justifica a indicação do Governo de Pernambuco pelos expressivos avanços educacionais e o alcance transformador da educação pública no estado. Desde 2007, uma verdadeira revolução na educação vem ocorrendo em Pernambuco. O que se constata é o investimento robusto e o foco permanente na educação pública e em sua capacidade de transformação social, com impactos positivos, sobretudo, na vida de crianças, adolescentes e jovens, argumenta o deputado.

Essa realidade é confirmada pelo último resultado do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), divulgado no ano passado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) do Ministério da Educação (INEP/MEC). O IDEB 2015 alçou Pernambuco ao 1º lugar nacional no ranking da educação brasileira, com o melhor ensino médio do país. O salto foi grande, pois, em 2007, o estado ocupava a 21ª posição. Com relação à taxa de abandono, o resultado do IDEB 2015 também coloca Pernambuco em primeiro lugar do Brasil, com a menor taxa de abandono do ensino médio na rede estadual: 2,5%.

O levantamento do Movimento Todos pela Educação, divulgado em abril de 2017, também destaca Pernambuco com a maior taxa de aprovação no Ensino Médio do país, com o percentual de 88,8%, ficando na frente de São Paulo (87,5%) e Goiás (85,7%). De acordo com a pesquisa, de 2007 a 2015, Pernambuco registrou os maiores crescimentos em pontos percentuais nas taxas de aprovação dos anos finais do ensino fundamental (16,2%) e do ensino médio (18,7%). O Todos pela Educação revelou ainda que Pernambuco foi o estado que mais reduziu a distorção idade-ano para o ensino médio.

Diante desses bons resultados obtidos pelas escolas públicas estaduais de Pernambuco, o Governo do Estado se consolidou como o promotor da melhor educação pública do Brasil. O deputado Danilo Cabral defende que esses reconhecimentos são reflexos da ação governamental do Estado que, desde 2007, mantém atuação precisa na qualidade da educação, para todos e todas, com equidade, com foco na melhoria dos processos de ensino e aprendizagem e na perspectiva de uma educação inclusiva para a formação da cidadania.

Prêmio – A Comissão de Educação da Câmara Federal criou o Prêmio Darcy Ribeiro em 2002. A premiação consiste na concessão de diploma de menção honrosa e outorga da Medalha Darcy Ribeiro a três pessoas físicas ou jurídicas, escolhidas pela Comissão de Educação dentre aquelas indicadas pelos deputados ou senadores. A entrega do prêmio desta edição 2017 aos vencedores está prevista para o dia 31 de outubro, em sessão solene, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, em Brasília-DF.

DER finaliza ações do Maio Amarelo 2017

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transportes, finalizou sua participação na edição deste ano do Maio Amarelo. Durante todo o mês de maio foram realizadas diversas atividades com o intuito de conscientizar as pessoas sobre segurança no trânsito.

O Maio Amarelo – movimento internacional que busca reduzir os acidentes de trânsito  começou com a abertura oficial, que aconteceu no Parque da Jaqueira, no Recife. Na ocasião, houve várias ações educativas.

O DER também visitou algumas escolas. Nestes locais, os alunos participaram de palestras sobre educação no trânsito e de jogos lúdicos. Além disso, eles receberam materiais didáticos e foram orientados pelos educadores de trânsito do órgão de como realizar a Travessia Segura nas vias. A primeira contemplada foi a Escola Municipal Frei Caneca, localizada às margens da PE-005, em Camaragibe.

Ao longo do mês, o DER promoveu blitzes educativas em pontos de grande movimentação, como o Crucifixo Automotivo, que fica no canteiro central da rodovia PE-060 (Cabo de Santo Agostinho). O Maio Amarelo foi encerrado no último domingo (28), na Arena de Pernambuco, em São Lourenço da Mata. Pela sua participação no Maio Amarelo, o DER receberá um diploma.

Projeto estimula o uso de plantas medicinais no tratamento de doenças em Petrolina, PE

Globo.com

Resgatando um costume antigo e valorizando os bens naturais, o projeto ‘Plantas medicinais: Multiplicando Saúde’, desenvolvido no Instituto Federal Pernambucano (IF Sertão -PE), campus Petrolina Zona Rural, no Sertão de Pernambuco, busca estimular o uso e o cultivo de plantas medicinais no tratamento de doenças, na região. A iniciativa consiste na distribuição de ervas e mudas à comunidade, criação de hortas e em orientações sobre o uso das plantas junto à população.

O projeto conta com a participação de estudantes bolsistas do curso de Agronomia e dos cursos técnicos em Agricultura e Agropecuária da instituição e contempla os campi de Ouricuri, Floresta, Salgueiro e Petrolina do IF Sertão–PE e comunidades rurais da região.

Para a professora e orientadora do projeto, Flávia Cartaxo, a receptividade da população em relação à iniciativa é positiva. “A receptividade para instalação de pequenas hortas nos quintais é muito boa. No que diz respeito ao consumo, há uma grande procura das ervas medicinais, principalmente para problemas respiratórios”, disse.

Apesar de benéficas à saúde, a substituição total de medicamentos farmacêuticos por plantas medicinais não é recomendada.

“Bom ressaltar que, mesmo sendo regulamentadas e usadas tradicionalmente por gerações, não se deve substituir um diagnóstico de um médico pelo uso das plantas medicinais”, afirmou Flávia Cartaxo.

 Entre as plantas medicinais cultivadas na horta do projeto, estão: alecrim, hortelã, manjericão, erva-cidreira, malvão e capim-santo. Qualquer pessoa pode adquirir as ervas e mudas produzidas.

Para o estudante de Agronomia, Teonis Batista, a iniciativa auxilia a comunidade contemplada a se beneficiar de um prática alternativa. “O projeto oferece minicursos, oficinas e palestras de preparo de xarope, chás, armazenamento de ervas medicinais e outras orientações. É de grande importância para a comunidade”, ressaltou.

Presidiários fabricam pães para distribuir para vítimas das chuvas em Pernambuco

Globo.com

Detentos de unidades do sistema penitenciário de Pernambuco começaram, nesta quinta-feira (1º), a produzir pães para distribuir para vítimas das chuvas e enchentes no estado. De acordo com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH), 35 presidiários estão trabalhando nas cozinhas industriais para fabricar os alimentos que serão enviados a dez municípios.

Em Pernambuco, 43 mil pessoas estão fora de casa. Houve cinco mortes, sendo duas no Recife, duas em Lagoa dos Gatos e uma Caruaru, no Agreste.

Estão envolvido na produção dos pães detentos das três unidades prisionais do Complexo Prisional do Curado, na Zona Oeste do Recife. Também participam reeducandos do Centro Regional do Agreste (CRA), em Canhotinho, no Agreste, do Presídio Romildo da Rocha Leão (PRRL), em Palmares; na Mata Sul, além de presidiários do Presídio Juiz Plácido de Souza (PJPS), em Caruaru, no Agreste.

Todos os detentos têm experiência na cozinha. A lista de cidades contempladas ainda vai ser definida pela Defesa Civil em parceria com o Centro de Abastecimento (Ceasa). Serão levados em conta critérios de quantidade de pessoas necessitadas e a urgência dos casos. A parceria será mantida até que a situação nos municípios se normalize.