Desigualdade entre homens e mulheres aumenta; Brasil cai 11 posições em ranking

De acordo com pesquisa, principal piora foi constatada no mercado de trabalho

Depois de uma década de progresso lento, mas contínuo, em direção à igualdade de gênero, pela primeira vez o Fórum Econômico Mundial constatou aumento das disparidades entre homens e mulheres no planeta. A informação consta do Relatório de Desigualdade Global de Gênero 2017, divulgado hoje (2) pela organização. Por causa da queda da participação feminina na política, o Brasil caiu 11 posições em apenas um ano.

O estudo indica que 68% da desigualdade de gênero no planeta foi combatida, contra 68,3% em 2016 e 68,1% em 2015. Todos os quatro pilares do relatório apresentaram piora na comparação entre homens e mulheres: acesso à educação, saúde e sobrevivência, oportunidade econômica e empoderamento político. Até o ano passado, os dois últimos itens vinham apresentando evoluções.

Pelo cálculo atual, seriam necessários 100 anos para acabar com a desigualdade de gênero em todo o mundo. No ano passado, a previsão era 83 anos. A pior situação é a do mercado de trabalho, em que a organização estima que são necessários 217 anos para acabar com a desigualdade, mesmo com mais da metade dos 144 países pesquisados tendo melhorado no ítem nos últimos 12 meses.

“Estamos passando da era do capitalismo para a era do talentismo. A competitividade em níveis nacional e de negócios será decidida, mais do que nunca, pela capacidade de inovação de um país ou uma empresa. Quem entende a integração das mulheres como uma importante força dentro do seu grupo de talentos terá mais sucesso”, afirmou o presidente-executivo do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, segundo a nota da instituição.

O relatório indica que, se a lacuna de gênero na área econômica em todo o mundo fosse reduzida a 25% até 2025, haveria um acréscimo de US$ 5,3 trilhões ao Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e serviços produzidos) global.

Brasil cai 11 posições em um ano

A pesquisa aponta queda de 11 posições do Brasil no ranking de países em comparação com o ano passado, ficando em 90º. Em relação à primeira edição da pesquisa, em 2006, a queda foi de 23 posições.

O retrocesso do Brasil o colocou em sua pior situação desde 2011. A baixa participação política das mulheres é o principal elemento que motivou a queda, apesar de modestos avanços do país no quesito de participação econômica.

Apesar da piora na classificação, o relatório destaca que o Brasil resolveu suas diferenças de gênero na área de educação.

O país mais bem colocado no índice geral foi a Islândia, que resolveu 88% da desigualdade de gênero e permanece no topo da lista há nove anos. Em seguida vêm Noruega, Finlândia, Ruanda e Suécia. O país mais bem classificado da América Latina é a Nicarágua, em sexto lugar, seguida pela Bolívia, em 17º.

“Em 2017, não deveríamos estar vendo um progresso em direção à paridade de gênero ser revertido. Igualdade de gênero é tanto moral quanto um imperativo econômico. Alguns países entenderam isso e estão vendo os dividendos das medidas proativas que tomaram para tratar suas disparidades de gênero”, informou a chefe de Educação, Gênero e Trabalho do Fórum Econômico Mundial, Saadia Zahidi, no comunicado da organização.

Bancos de Tabira terão 90 dias para instalar portas com detectores de metais

Com votos contrários apenas dos vereadores Alan Xavier, Claudicéia Rocha e Djalma das Almofadas, a Câmara de Tabira aprovou emenda na sessão ordinária da última 2ª feira com 8 votos favoráveis o direto a reeleição no poder legislativo.

A Presidente da casa Eduardo Domingos de Lima, Nely Sampaio disse ontem a Anchieta Santos na Rádio Cidade FM que com o direito a reeleição ao invés de 10, agora são 11 vereadores com direito a disputar a Presidência da Câmara.

Sobre o novo Código Tributário, ontem mesmo vereadores estiveram reunidos com o tributarista Saulo de Tarso para tirar dúvidas. Segundo  Nely, em primeiro turno haverá votação na próxima segunda feira.

Outro projeto do Executivo em discussão, propondo que todas as instituições financeiras do município instalem portas com detectores de metal foi aprovado. O executivo sugeria prazo de 45 dias, mas a câmara aprovou emenda que estende o prazo para 90 dias.

Paulo Câmara: veja agenda no Pajeú

No giro  pelo Pajeú o Governador Paulo Câmara inaugura nesta sexta (3) ao lado do prefeito Djalma Alves, de Solidão, a escadaria de acesso à imagem do Cristo, informa Nill Júnior.

Também entrega simbolicamente o sistema de abastecimento de água dos Sítios Barra e Macambira. Será às 14h, na Gruta Nossa Senhora de Lourdes.

Às 16hs fará a doação de 21 hectares de terra ao município de Iguaracy, juntamente com o Prefeito Zeinha Torres (PSB). Ele ainda  assinará a ordem de serviço para a pavimentação da rua Luiz Quaresma e Avenida José Bezerra Câmara e entregará sistemas simplificados de abastecimento. A solenidade acontece na Quadra Poliesportiva Danilo Rodrigues Eduardo.

De lá, segue para Carnaíba onde  participa da Missa e Festa de Zé Dantas às 19h, autoriza as obras da PE 380, a chamada Estrada de Ibitiranga e entrega o Museu Zé Dantas, além de entregar título de posse das casas de Santa Rosa.

No sábado pela manhã, entrega o Sistema Simplificado de Santo Antonio III. Às 9h30, concede entrevista à Rádio Pajeú, já em Afogados da Ingazeira.

Depois, ainda em Afogados da Ingazeira, ao lado do Prefeito Jose Patriota, inaugura a Delegacia da Mulher. Será na Área Integrada de Segurança, no Bairro Manuela Valadares.

Servidores municipais de Tabira receberão quinquênios

O  anúncio foi feito pelo prefeito Sebastião Dias e reforçado pelo secretário de Administração, Flávio Marques aos servidores municipais, dando ciência que o quinquênio seria implantado nos vencimentos dos mesmos.

Na manhã dessa quarta-feira (1), falando à Redação do Blog do Povo, o secretário Flávio Marques confirmou que a folha de pagamento já está sendo atualizada e sendo implantado o benefício.

“É mais uma prova do compromisso da gestão com os servidores municipais, esses guerreiros que elevam o nosso município e o nosso governo”, disse Sebastião Dias.

Médico Josete Amaral deixa Hospital Emília Câmara

Por Anchieta Santos

O médico e ex-prefeito de Tabira Josete Amaral se despediu do Hospital Regional Emília de Afogados da Ingazeira com os plantões do último final de semana.

Depois de muitos anos,  Josete, profissional bastante querido pelos pacientes de toda região, deixou a unidade justificando a pesada maratona de atividades.

Saia de um plantão em Afogados, emendava com outro em Tabira de onde retornava a Recife. Se dizendo cansado,  Josete preferiu encerrar suas atividades no regional.

Previsão de salário mínimo cai de R$ 969 para R$ 965 em 2018

Em mensagem modificativa do Projeto de Lei Orçamentário Anual (PLOA) de 2018, o governo diminuiu o valor estimado para o salário mínimo em 2018, saindo dos R$ 969 esperados para R$ 965. A informação foi divulgada na tarde desta segunda-feira (30/10) pelo ministério do Planejamento. Atualmente, o salário mínimo é de R$ 937. A informação é da Agência Estado.

Nos parâmetros da equipe econômica, o governo reduziu a projeção da taxa Selic para 2017 e 2018, saindo de 8,25% ao ano para 7,3% ao ano, e de 8% ao ano para 7,25% ao ano, respectivamente. Sendo assim, o governo aposta numa massa salarial nominal maior em 2018. No relatório, a expectativa saiu de 5,7% para 6,1%. Em relação ao crescimento econômico, o Executivo manteve a previsão de expansão em 2%.

O déficit da Previdência Social no regime geral tende a continuar em crscimento em 2018, registrando R$ 192,8 bilhões de rombo no ano. O resultado decorre de um crescimento de 6,5% em relação à previsão de 2017. No regime próprio, que são os benefícios previdenciários para servidores públicos, o déficit esperado é de R$ 2,9 bilhões – R$ 8,4 bilhões em despesa contra R$ 5,7 bilhões em receita.

Na visão da equipe econômica, a dívida bruta do governo deve chegar a 80% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2019 e alcançar 80,7% ao final de 2019.

O ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, explicou que a redução da estimativa do salário mínimo. “Essa é uma projeção, o governo não está fixando o salário mínimo. O valor do mínimo será definido em janeiro com base nas estimativas de inflação feitas em dezembro. O governo não tem a liberdade de escolher o salário mínimo, deve aplicar a variação do INPC. O governo não pode conceder nem a menos e nem a mais”, argumentou.

Dyogo disse também que, como o mercado de trabalho tem reagido de maneiro positiva, a projeção para a alta da massa salarial em 2018 também ficou maior.

Advogado criminalista é morto a tiros em Lagoa de Itaenga

Presidente da Subseccional da OAB/PE em Carpina, Luiz Flávio Rodrigues esteve no local do assassinato do advogado criminalista Fábio Jorge Coelho Farias, 36 anos para acompanhar as investigações preliminares.

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) acaba de informar que investiga a morte do advogado criminalista Fábio Jorge Coelho Farias, 36 anos, assassinado na noite deste sábado, em Lagoa do Itaenga, Zona da Mata Norte de Pernambuco. Segundo nota distribuída à Imprensa, o advogado o assassino atirou pelas costas e continuou efetuando disparos mesmo depois que o advogado caiu no chão e saiu em direção à esquina, na garupa de uma motocicleta e fugiu.

Ainda segundo a PCPE, o advogado criminalista Fábio Farias estava em uma lanchonete e foi alvejado na nuca. As investigações serão comandadas pelo delegado Eronildes Alves, titular da delegacia de Lagoa de Itaenga.

A nota da PCPE indica que “não há informações suficientes para definir a motivação crime”, mas informações atribuídas ao delegado Rommel Ricardo indicam que o crime teria relação com a atividade profissional da vítima.

Presidente da Subseccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB/PE) em Carpina, Luiz Flávio Rodrigues adiantou por rede social que vai acompanhar as investigações para que a perda não seja mais um número das estatísticas. “Fábio foi nosso estagiário no início da sua faculdade, além de ser um grande músico. Comparecemos ao local para acompanhar as investigações preliminares”, registrou.

Governo defende rever prisão após 2ª instância

O governo Michel Temer defende a revisão da possibilidade de prisão após condenação em segunda instância. Em manifestação enviada ao Supremo Tribunal Federal, a Advocacia-Geral da União (AGU) argumentou que a pena somente deve ser executada depois de esgotados todos os recursos da defesa, o chamado trânsito em julgado.

Em outubro do ano passado, por seis votos a cinco, o Supremo decidiu pela admissibilidade da prisão após o recurso em segundo grau, ao negar liminar em ações ajuizadas pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e pelo PEN. O tema voltará a ser analisado no plenário em breve, uma vez que o relator Marco Aurélio Mello pretende liberar os processos para julgamento de mérito. Além da Presidência, o ministro solicitou informações ao Senado e à Câmara.

O tema é alvo de polêmica e ainda divide a Corte. A decisão é criticada por advogados e defendida por integrantes do Ministério Público e do Judiciário, como o juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato. Ministros já sinalizaram que podem rever seus votos. Investigadores dizem que uma eventual mudança pode desestimular delações premiadas – uma colaboração pode ser fechada mesmo após a condenação e a prisão.

Horário de Verão começa neste domingo em três regiões do país

O Horário de Verão começa à 0h deste domingo (15), e os relógios deverão ser adiantados em uma hora para se adequar à medida. A mudança vai valer até o dia 18 de fevereiro de 2018. É possível que esta seja a última vez que o Horário de Verão seja adotado no Brasil. Isso porque autoridades do setor elétrico constataram mudanças nos hábitos de consumo de energia dos brasileiros. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), o que mais tem influenciado o horário de pico do consumo de energia não é mais a incidência de luz solar, e sim a temperatura.

Este ano, o Horário de Verão valerá para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Nos estados do Norte e do Nordeste não haverá mudança nos relógios.

A justificativa para a adoção da medida ano após ano é o aproveitamento do maior período de luz solar para economizar energia elétrica. Em 2013, o país economizou R$ 405 milhões, ou 2.565 megawatts (MW), com a adoção do Horário de Verão. No ano seguinte, essa economia baixou para R$ 278 milhões (2.035 MW) e, em 2015 caiu ainda mais, para R$ 162 milhões. Em 2016, o valor economizado com Horário de Verão baixou novamente, para R,5 milhões.

Segundo o ONS, a redução na economia de energia com o Horário de Verão tem a ver com uma mudança no perfil e na composição da carga elétrica no país. Se antes o que determinava o horário de pico do consumo de energia era a incidência da luz solar, hoje é a temperatura. Com isso, o pico de consumo passou a ser entre 14h e 15h e não mais entre 17h e 20h.

Segundo o coordenador da Área de Regulação do Grupo de Estudos do Setor Elétrico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Gesel-UFRJ), Roberto Brandão, a mudança no perfil de consumo de energia também está relacionada ao uso de aparelhos de ar-condicionado, que costumam ser ligados nos horários mais quentes do dia; e, por outro lado, à substituição de lâmpadas incandescentes por modelos mais econômicos, o que reduz o gasto de energia com iluminação.

Por causa do ar-condicionado, o verão pode inclusive levar a um aumento na conta de luz dos consumidores, segundo o professor Reinaldo Castro Souza, do Departamento de Engenharia Industrial do Centro Técnico Científico da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (CTC/PUC Rio). Um aparelho de ar-condicionado de mil watts de potência, por exemplo, se for ligado oito horas por dia, resulta em cerca de R$ 160 na fatura mensal, em média. Se o uso se estender para 16 horas por dia, o valor dobra, de acordo com o especialista.

Quadrilha considerada violenta é presa no Grande Recife

Folha de Pernambuco

Uma quadrilha que atuava com violência no Litoral e Mata Sul de Pernambuco foi desarticulada durante uma operação realizada pela Polícia Civil. Ao todo, sete pessoas – quatro homens e três mulheres – foram presas no Grande Recife. O líder do grupo, Jackson da Silva Santos, de 18 anos, chegou a matar até uma grávida de três meses.

Os detalhes foram divulgados na manhã desta quinta-feira (28). A organização criminosa era responsável por assaltos, homicídios e tráfico de drogas. O delegado Vicktor Melo afirmou que os suspeitos praticavam os crimes forma violenta, agredindo as vítimas – moral e fisicamente – para intimida-las.

“Eles as aterrorizavam com pancadas, chutes e pontapés. Inclusive, duas adolescentes estrangeiras foram constrangidas e humilhadas por eles”, destacou o delegado, exemplificando a última ação do grupo contra uma residência de veraneio em Gaibu, na última segunda-feira (25). O delegado espera atribuir aos suspeitos o crime de tortura no inquérito.

Além da morte da grávida, que aconteceu no último mês de junho, em Maraial, Jackson é suspeito de envolvimento em, no mínimo, seis homicídios. O grupo do qual Jackson liderava foi apontado como de alta periculosidade. Segundo o delegado, a quadrilha concentrava seu quartel de comando, ou ‘boca de fumo’,  na Vila do Caju, em Gaibu, município do Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife.

A quadrilha tomou conta da área agindo de forma violenta, chegando, inclusive, a expulsar os moradores das residências próximas à “boca”. O grupo foi desarticulado em operação da Polícia Civil, que prendeu em flagrante quatro pessoas na última terça-feira (26), e mais três na última quarta-feira (27), totalizando 7 presos.

Adolescente é torturada e baleada na cabeça em Caruaru

Folha de Pernambuco

Uma adolescente de 16 anos foi internada no Hospital da Restauração (HR) às 4h da madrugada desta quarta-feira (27) após levar um tiro de raspão na cabeça, cortes nos seios e ter os cabelos cortados em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. De acordo com o HR, ela já consegue andar, está tomando soro e começando a se alimentar. A jovem chegou acompanhada da mãe, uma mulher de 51 anos. “Judiaram muito com minha filha”, disse a mulher.

A adolescente mora em Toritama, também no Agreste, mas o crime aconteceu em Caruaru, na Vila Canaã. A mãe contou que a menina foi para a Vila Canaã e venderam dois pedaços de crack a ela. “Quando ela já vinha no caminho, o dono da casa mandou ela voltar e perguntou: ‘tu tás entregando as bocas de fumo daqui, é? A Polícia fica esperando por tu no caminho?’. Ela disse que não, mas ele chamou o amigo, cortaram o cabelo da minha filha e deram um tiro de raspão na cabeça dela”, conta a mãe da jovem.

A jovem também tem marcas de machucados no rosto, de acordo com a mãe. “Ele ameaçou eu e meus outros filhos”, disse a mulher.  Ela disse à mãe que foram dois os autores da violência, mas não quis informar os nomes por ter sido ameaçada.

Segunda vez De acordo com a mãe, essa é a segunda vez que a filha passa por episódios violentos. Em outra ocasião, no dia 24 de dezembro, chamaram ela para dentro de uma casa para usar drogas, mas no caminho doparam a moça, ligaram o rádio e a violentaram. “Ela tem muita cicatriz nos seios, nos braços. Cortaram a orelha dela, furaram a língua dela, na cabeça ela tem dois cortes”, conta. A mãe afirma que foram outros os agressores da primeira vez. Na ocasião, a moça também foi atendida no HR.

 

Adolescente suspeito de envolvimento na morte de sargento é morto em São Lourenço

Folha de Pernambuco 

Um adolescente de 17 anos foi assassinado a tiros na noite da última quarta-feira (27), por volta das 17h, no bairro de Muribara, em São Lourenço da Mata, na Região Metropolitana do Recife. A polícia trabalha com a hipótese que Fábio Félix Antônio da Silva, que seria usuário de drogas, é suspeito de ter envolvimento na morte do sargento reformado Ivo Pedro Gomes.

O corpo de Fábio Félix apresentava seis perfurações de bala. A polícia informou, preliminarmente, que o menino teria passagem pela Fundação de Atendimento Socioeducativo (Funase) por homicídio e que também teria envolvimento com o tráfico de drogas. O corpo do adolescente foi recolhido para o Instituto de Medicina Legal (IML), no Recife, e será liberado após o comparecimento de um parente da vítima.

Criança de 1 ano perde o pé após ser atingida por carro em Pesqueira, PE

Globo.com

Uma criança de 1 ano perdeu um dos pés após ter sido atingida por um carro em Pesqueira, Agreste de Pernambuco. O caso ocorreu na quarta-feira (27). De acordo com a Polícia Civil, o menino estava brincando na garagem da casa onde mora quando o veículo invadiu o local.

Ainda segundo a polícia, a vítima perdeu o pé com o impacto do acidente. O garoto foi levado para o Hospital da Restauração, no Recife. Outra criança estava na garagem, mas não ficou ferida.

Após o acidente, vizinhos atearam fogo no carro. O motorista fugiu, conforme informou a polícia. A Delegacia de Polícia Civil do município irá investigar o caso.